Google confirmou oficialmente que está bloqueando o acesso ao YouTube em dois dispositivos de vídeo da Amazon, o Echo Show e os modelos da Fire TV. Isso aconteceu porque, segundo a Google, a Amazon se recusa a entrar em uma parceria e desenvolver um app do serviço de vídeo em conjunto. Até então, os aparelhos da Amazon usavam uma espécie de “hack” para acessar o YouTube, o que deixou a Google pouco contente.

Temos tentado chegar a um acordo com a Amazon para dar aos clientes acesso aos serviços de uma e da outra

“Temos tentado chegar a um acordo com a Amazon para dar aos clientes acesso aos serviços de uma e da outra”, revelou um porta-voz da Google ao Engadget. “Mas a Amazon não comercializa produtos da Google como o Chromecast e o Google Home, não disponibiliza o Google Cast para o Prime Video e, no mês passado, parou de vender alguns dos produtos mais recentes da Nest. Por conta dessa falta de reciprocidade, nós não estamos mais dando suporte ao YouTube no Echo Show e nos aparelhos Fire TV. Esperamos que possamos chegar a uma solução para o problema em breve”, completou o porta-voz.

Em outras palavras, o que temos aqui é a Amazon tentando construir um sistema fechado para que seus consumidores se sintam compelidos a comprar seus aparelhos de hardware a fim de utilizar seus serviços. Contudo, como a empresa não tem uma solução de vídeo gratuita como o YouTube, a gigante do comércio virtual achou que poderia fazer um “hack” do produto sem seguir as regras da Google, que é a dona da plataforma.

Repetindo

Há alguns meses, a Google já havia bloqueado o app para o YouTube que a própria Amazon desenvolveu pelo fato de ele supostamente não seguir as políticas de uso do serviço. Não ficou especificado na época, mas parece que os anúncios da plataforma de vídeo não estavam sendo exibidos corretamente, gerando prejuízo para a Google e para os criadores do YouTube.

Mais recentemente, a Amazon começou a oferecer acesso ao YouTube em seus produtos através de um navegador web, o que gerou o bloqueio mais recente da Google.

A Google está criando um precedente ruim ao bloquear seletivamente o aceso ao site do YouTube

“O Echo Show e o Fire TV agora mostram uma versão web padrão do YouTube.com e direcionam os usuários diretamente para o site do YouTube. A Google está criando um precedente ruim ao bloquear seletivamente o aceso ao site do YouTube. Esperamos resolver a situação o quanto antes possível com a Google”, disse um porta-voz da Amazon.

A situação toda começou quando a Amazon resolveu eliminar a concorrência de seus aparelhos de streaming de vídeo — os Fire TV — de sua plataforma comercial. Nessa leva, Chromecast, Apple TV e outros foram banidos. A justificativa para isso era de que Amazon oferecia “opções melhores para os consumidores”.

Apple também retaliou, removendo o app do Prime Video da Amazon da loja de apps da Apple TV

Acontece que a Amazon funciona essencialmente como um marketplace, onde vendedores parceiros comercializam tudo o que acham interessante. Com a decisão de banir os dispositivos de streaming concorrentes, a Amazon essencialmente proibiu seus parceiros de vender os produtos que desejam.

Quando isso aconteceu, a Apple também retaliou, removendo o app do Prime Video da Amazon da loja de apps da Apple TV. Depois de muito desentendimento entre as duas companhias, entretanto, a Apple anunciou que o app da Amazon voltaria a estar disponível, mas já fazem seis meses desde que isso aconteceu. Até hoje, não é possível comprar uma Apple TV no site da gigante do varejo.

Cupons de desconto TecMundo: