A Microsoft divulgou hoje (29) o projeto de renovação e ampliação do seu campus em Redmond, nos Estados Unidos. A ideia da gigante dos softwares é modificar a área de 2 quilômetros quadrados para torná-la mais moderna, construindo 18 novos prédios que resultarão em um total de mais de 620 mil metros quadrados de escritórios.

Atualmente, o espaço conta com 125 prédios e, ao final, ficará com 131 (o que sugere que alguns prédios serão reconstruídos). Ao todo, a Microsoft investirá US$ 150 milhões na reforma para deixar a sua sede mais moderna para os seus 47 mil funcionários atuais, mais 8 mil empregados que começarão a trabalhar na empresa ao longo dos próximos anos.

Além da modernização, a Microsoft cita a integração da comunidade como um dos benefícios de sua nova empreitada, tudo isso “com um baixo impacto ambiental”. Além de dezenas de prédios com escritórios, o novo campus da MS contará com diversas praças, trilhas para caminhadas e corridas e quadras poliesportivas que serão utilizadas não apenas pelos funcionários da empresa, mas também por moradores da região.

O campus terá como foco a construção de um ambiente amigável e acolhedor para pedestres e ciclistas, com todos os carros posicionados em estacionamentos subterrâneos. A empresa até mesmo construirá uma ponte exclusiva para pedestres e ciclistas sobre a rodovia que corta o campus ao meio para interligando as duas partes da sede.

As obras começam no próximo outono no hemisfério norte — no último trimestre de 2018, — e tem previsão de ser concluída dentro de cinco a sete anos.

Cupons de desconto TecMundo: