Cada vez mais publicações lutam para conseguir manter a relevância no mercado da internet (em que tudo é efêmero) e, com isso, conquistar mais receita para se manter ativo. O Google, para ajudá-las nessa empreitada (ao menos na parte financeira da coisa), anunciou que irá compartilhar suas receitas com editores de notícias – vulgo ~publishers~, para os adeptos dos termos ingleses.

Quem deu primeiro a notícia foi o Financial Times, que aponta também que a ideia da iniciativa é combinar dados pessoais de usuários com algoritmos de machine learning para ajudar publicações de notícias a manter e até mesmo aumentar suas bases de assinantes.

Qual é a vantagem?

O acordo entre publicação e Google poderá funcionar na mesma linha do AdSense (usamos o verbo no futuro, porque a empresa ainda não deu detalhes sobre o assunto). Sendo assim, para cada assinante que o buscador trouxer para a publicação, ele fica com uma porcentagem do valor da assinatura. Do lado dos publishers, um porta-voz da gigante disse ao TechCrunch que a fatia dos ganhos concedidos às publicações será “bastante generosa”, mas não entrou em detalhes sobre números.

--

Este texto foi publicado originalmente no The BRIEF. Se você quiser conferir o restante da matéria e ficar por dentro de tudo do mercado de tecnologia (serious business!), clique aqui!

Cupons de desconto TecMundo: