A batalha entre Apple e Samsung por conta de um antigo caso de quebra de patentes ainda está quente. A juíza Lucy Koh ordenou que as companhias retornassem à corte mais uma vez para decidir algumas pendências de pagamentos.

O que rolou?

Há seis anos, mais precisamente em abril de 2011, a Apple entrou com um processo contra a Samsung por violação de patentes do iPhone. O motivo teria sido com relação à linha de smartphones e tablets Galaxy, que a empresa de Cupertino alega terem copiado algumas características de design do seu celular. Detalhe: algum tempo depois, a Samsung também chegou a processar a Apple por (adivinhem) violação de patentes relacionadas a comunicações móveis – mas essa disputa deixaremos para outra ocasião.

O episódio se desenrolou e, três anos depois, um tribunal da Califórnia deu um parecer parcialmente favorável Apple, o que daria à sul-coreana duas opções: pagar uma multa (que na época foi avaliada em US$ 548 milhões) ou levar o caso à Suprema Corte dos Estados Unidos. A empresa ficou com a segunda opção e ganhou. Dessa forma, o valor da multa que, originalmente, pedia US$ 1 bilhão em danos, hoje beira os US$ 399 milhões (com a Samsung continuando a afirmar que esse preço é um pouco salgado demais para o seu gosto).

--

Este texto foi publicado originalmente no The BRIEF. Se você quiser conferir o restante da matéria e ficar por dentro de tudo do mercado de tecnologia (serious business!), clique aqui!

Cupons de desconto TecMundo: