Se você está acompanhando toda a novela envolvendo a Bitcoin, deve se lembrar que neste mês o valor da moeda “despencou” por conta de algumas medidas tomadas pelo governo chinês. Entretanto, parece que isso não foi o bastante para enfraquecê-la por um longo período, já que nesta segunda-feira (18) ela passou a valer US$ 4.100 cada.

Como é possível ver no gráfico que está mais abaixo, a moeda virtual bateu US$ 4.118, o que representa um bom aumento se considerarmos que esse valor era de pouco menos de US$ 3 mil na última sexta-feira (15).

Gráfico

Fechando o cerco

Ainda que esse aumento no valor da Bitcoin possa ser comemorado por algumas pessoas, as autoridades chinesas continuam buscando novas medidas para tentar diminuir a força da moeda virtual. A mais recente foi noticiada por Chao Deng, jornalista do The Wall Street Journal.

O jornalista revelou que os reguladores de Pequim comentaram com os executivos de criptomoedas que há planos de fechar todos os canais para trocar essas moedas – e eles não se referem apenas aos meios comerciais, tendo em vista que a Bitcoin e outras similares são vistas como um sistema rival do yuan.

Aliás, na última quinta-feira (14) a criptomoeda recuou 16% em uma comparação direta com o dólar, mas conseguiu se recuperar já na sexta-feira (15) e ganhar ainda mais força nesta segunda-feira.

Cupons de desconto TecMundo: