Quando comparada com o mesmo mês de 2016, a quantidade de reclamações caiu 14% em 2017

Por incrível que pareça, os brasileiros estão reclamando menos dos serviços de telecomunicações prestados no país. Segundo informou a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, 276.821 reclamações foram registradas no último mês de junho, todas relativas ao fornecimento de TV por assinatura, telefonia fixa, móvel e internet.

Quando comparada com o mesmo mês de 2016, a quantidade de reclamações caiu 14% em 2017. Apesar disso, as críticas ao fornecimento de TV por assinatura aumentaram 1,9%. Para compensar, os problemas com telefonia móvel caíram 15,6%, telefonia fixa 21,9% e serviços de internet 10,4%.

Principais problemas

Entre os maiores motivos de reclamação no universo das telecomunicações, a Anatel registro no mês de julho cobranças indevidas no serviço de telefonia móvel pós-paga em primeiro lugar, sendo responsável por 52% das queixas. Em seguida, problemas com TV por assinatura (49%) e telefonia fixa (37%) lideraram o ranking de reclamações.

Apenas na primeira metade de 2017 foram registradas 1,77 milhão de reclamações

Dentre os estados que mais reclamaram sobre esse serviço no Brasil estão São Paulo, com 547,5 mil queixas, Rio de Janeiro, com 275,1 mil, e Minas Gerais, com 246,4 mil. Apenas na primeira metade de 2017 foram registradas 1,77 milhão de reclamações, o que representa também uma queda em relação ao mesmo período do ano passado.

Será que a queda no número de reclamações aconteceu porque o serviço de fato melhorou ou porque o brasileiro já cansou de brigar por seus direitos sem obter nenhum resultado? Vale a reflexão.

Cupons de desconto TecMundo: