Aficionados por tecnologia e esquecidos de plantão – que costumam deixar a identidade em casa na hora de sair – devem comemorar com a nova proposta aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) na última terça-feira (25). Isso porque a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) deve ganhar muito em breve uma versão digital no seu celular, com direito a QR Code e aplicativo dedicado.

Não se preocupe, o documento físico não será deixado de lado e continuará sendo emitido normalmente pelo órgão. A ideia do órgão, no entanto, é oferecer uma edição do item que é mais fácil de ser transportada e que seja mais adequada aos dias atuais. Desse modo, é possível apresentar o smartphone com a carteira virtual em qualquer situação que o documento original seja solicitado.

Proposta mostra mais uma vez a importância do celular na sociedade (Arquivo/Agência Brasil)

Para garantir a autenticidade da peça – que tem a mesma validade da CNH em papel –, o Contran desenvolveu um aplicativo que, além de mostrar todas as informações básicas do condutor, também traz um código QR para escaneamento e conta com certificação digital. “Há um conjunto de padrões técnicos para suportar um sistema criptográfico que assegura a validade do documento”, explica o ministro das Cidades, Bruno Araújo.

“Estamos dando um passo à frente, desburocratizando o processo. [...] Com isso, quem esquece a CNH em casa, não estará sujeito a multa e pontos na carteira. Basta apresentar o documento digital”, analisa Araújo no comunicado oficial sobre a novidade. A boa notícia é que o ministro parece estar falando realmente sério com relação à desburocratização.

Registro e segurança

Conforme explicado no artigo publicado no Portal Brasil, a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) não terá custo extra para o cidadão e poderá ser feita de uma forma razoavelmente simples e rápida. Basta se cadastrar no site do Denatran, ativar sua conta através de um link enviado por email e ativar o app no celular que vai armazenar o seu documento digital.

É possível bloquear o app em caso de perda ou roubo

Após esse processo, será possível transferir a CNH-e para o dispositivo, com o item sendo protegido por um PIN que é exigido a cada novo acesso à carteira. Perdeu o celular ou foi roubado? Sem problemas, já que o sistema permite que o aplicativo seja bloqueado remotamente. Infelizmente, vai ser preciso esperar um pouco para usufruir da novidade, já que a carteira virtual passa a valer a partir de fevereiro de 2018.

Cupons de desconto TecMundo: