Algumas das fabricantes chinesas parecem realmente dispostas a quebrar o domínio da Qualcomm no mercado de processadores mobile. A Meizu, por exemplo, revelou que um de seus próximos flagships, o Meizu Pro 7, deve ser o primeiro celular do mundo a trazer o Helio X30 – SoC da MediaTek com dez núcleos e muito poder de fogo.

Será que a versão Plus do aparelho, no entanto, poderia contar com um Snapdragon 835? Nada disso! Parece que a Samsung será a grande parceria da marca nesse modelo top de linha. De acordo com uma postagem feita na Weibo – principal rede social da China –, a edição mais parruda do celular se chamará mesmo Meizu Pro 7 Plus, terá um display extra na parte traseira e vai apostar no Exynos 8895 como cérebro da máquina.

Modelo Plus do Meizu Pro 7 poderá ter tela extra e SoC Exynos 8895

Sim, esse é o mesmo chip que figura em boa parte dos exemplares do Galaxy S8 e S8+, inclusive nas unidades comercializadas no Brasil. Com isso, deve subir bastante a expectativa do mercado em relação ao desempenho do novo produto da Meizu. Afinal, o processador da sul-coreana é reconhecidamente veloz e o chip da MediaTek, apesar de ainda não ter nenhum benchmark confiável, tem tudo para segurar a bronca em um smartphone premium.

Qual é o valor que o público vai dar para o recurso de display adicional?

Uma tela principal de 5,2 polegadas, armazenamento de até 128 GB, 6 GB de RAM, câmera traseira de 12 MP e selfie cam de 16 MP completam o kit. Sendo assim, a dúvida que fica no ar é sobre a diferença de performance entre ambos os modelos e qual é o valor que o público vai dar para o recurso de display adicional no verso do aparelho. Segundo rumores recentes, o Meizu Pro 7 deve custar 2,6 mil yuans (pouco mais de R$ 1,2 mil), enquanto o modelo Plus vai ficar na faixa dos 3 mil yuans (R$ 1.420). E aí, qual seria a sua escolha entre os dois?

Cupons de desconto TecMundo: