Talvez você também já tenha se perguntado: por que não posso escolher a configuração do meu notebook?

Quando vamos comprar um computador de mesa, isto é cada vez mais comum. Nós selecionamos peça por peça, da memória RAM e placa mãe até mouse e gabinete.

Apesar de no Brasil muitas pessoas ainda comprar PCs montados, montar a sua própria máquina é a melhor opção para atender às suas necessidades de uso. Contudo, quando o assunto é laptop, isto ainda parece ser uma realidade distante. Sempre ao adquirir este tipo de produto, sua escolha se limita ao que oferecem os fabricantes.

Tudo bem. Todos nós temos de concordar que existe uma grande variedade de modelos e preços, o que deve realmente abranger as necessidades de muitos usuários, mas sempre fica aquele pensamento de “ah, mas não dava pra colocar um HD maior?” ou então “seria melhor com mais memória!”.

E os barebones?

Hoje em dia, o máximo de personalização que você encontrará serão os “barebones”. Eles são “carcaças” de notebook que vêm apenas com placa-mãe, bateria, teclado, touchpad e tela. E cabe a você escolher os demais componentes como o processador, leitores de discos, módulos de memória, disco rígido e, em alguns casos, também a placa de vídeo.

Quem nunca pensou em montar o seu próprio notebook!

Apesar de ser a maneira mais customizavel de se ter um computador portátil, ela ainda não é completa. Mesmo selecionando grande parte os equipamentos que farão parte de sua máquina, você continua limitado a determinados “combos”, não podendo realmente montar a sua própria máquina escolhendo tudo, completamente tudo!

Mas e o “meu próprio” laptop é pra quando?

Esta é a grande incógnita. E, apesar de tudo, isto até tem explicação. Pesquisando internet afora é possível encontrar diversas “desculpas” sobre o motivo de isso ainda não existir. Algumas me parecem bastante coerentes enquanto outras nem tanto. Eu reuni algumas e espero que possamos debater sobre elas.

Peças individuais

Talvez a mais plausível – e também a mais encontrada por ai – sejam as peculiaridades que existe em cada modelo de notebook. Navegando por fóruns de hardware na internet você sempre irá encontrar alguém escrevendo que as peças deste tipo de computador não somente são diferentes das de PCs desktop como são diferentes umas das outras.

Peças individuais

Muitos componentes de computadores portáteis não possuem entradas universais, o que limitaria em muito a flexibilidade na hora de montar o seu próprio. Desta maneira, mesmo que você fosse montar a partir de um barebone, teria inúmeras limitações também por causa desta incompatibilidade. Isto significa que, antes de qualquer coisa, faz-se necessário um mínimo esforço dos fabricantes para uma padronização que ajudará em muitos os clientes.

Componentes frágeis

Bem, mas talvez as fabricantes de componentes para notebook não sejam realmente estes bichos-papões que criam peças diferentes para impossibilitar que os clientes tenham uma maior gama de opções à sua disposição. Nós podemos pensar então que o problema está na fragilidade das peças, que podem ser facilmente danificadas durante a montagem.

Cuidado! Peças frágeis

Mas será que com desktops também não se corre este risco?  Com certeza sim. Obviamente, as peças de laptops são mais frágeis e delicadas, mas nada que alguém especializado e que soubesse o que estava fazendo não desse conta. Quem sabe treinamento para montadores oferecido pelas fabricantes significasse um grande avanço para a personalização de notebooks.

Dificuldade de encontrar peças

Esta é outra justificativa bastante comum. Peças para notebook são difíceis de serem encontradas. Convenhamos, esta talvez seja a mais furada de todas. Pois se é possível encontrar monitores, teclados e mouses a venda em praticamente qualquer lugar da face da Terra, por que com discos rígidos, módulos de memória, placas-mãe e touchpads não poderia funcionar do mesmo modo?

Será que isso é realmente um problema?Esta desculpa parece a que a Federação Internacional de Futebol – FIFA dá para não aderir à idéia brasileira de árbitros utilizarem sprays de espuma para marcar o local onde ocorreu uma falta e também a localização em que deve permanecer a barreira. Segundo os legisladores do futebol mundial, o spray também não é fabricado em todas as partes do mundo, o que dificultaria sua implementação.

Mas... e o preço?

Está aí uma justificativa que talvez realmente justifique o porquê de não existir laptops 100% personalizáveis. Peças par notebook normalmente são mais caras do que as de desktops, o que acaba tornando, muitas vezes, mais barato comprar uma máquina portátil pronta do que peça a peça.

Por exemplo, um pente de memória de 1 GB DD3 para desktop da marca MarkVision pode ser encontrado por cerca de R$ 50 enquanto que uma com especificações semelhantes só que para notebook, custa em torno de R$ 130. Ou seja, em apenas um componente, você tem uma diferença de R$ 80, que no montante se transformará num valor considerável.

Opine!

Eu já escrevi bastante e agora quero saber qual a opinião de vocês, usuários leitores do Baixaki. O que acham da idéia de ter flexibilidade na hora de adquirir um laptop? Vocês também poderiam expor aqui quais componentes fariam parte da máquina portátil ideal para seu uso. Vamos lá! Não deem limites à imaginação!

Cupons de desconto TecMundo: