Depende. Uma pergunta chave na hora de trocar de PC é a seguinte: o que pretendo realizar com meu computador? Essa pergunta é muito importante, porque a tarefa de montar um PC comprando item a item é algo indicado apenas para os aficionados por hardware ou usuários que pretendem utilizar o computador como uma estação de jogo.

Você não precisa esquentar sua cabeça em montar uma máquina caso você vá utilizar o micro apenas para navegar na internet ou escutar músicas. Os preços dos computadores encontrados em loja são muito atraentes e não há como montar PCs com a mesma configuração e pagar o mesmo valor. Veja abaixo porque ao montar um computador você irá gastar muito mais.

Os computadores de marca (como Positivo, MegaWare, Amazon PC, entre outros) trazem peças de baixo custo e até periféricos que nem sempre são os melhores disponíveis no mercado. Além disso, as montadoras encomendam tudo em larga escala e conseguem valores muito abaixo do mercado, fator que contribui na redução de custos da máquina.

PCs fabricados em série custam muito menos

Os computadores comprados em loja são mais fracos?

Em teoria eles são mais fracos, porque trazem peças com velocidades ou configurações mais lentas. As montadoras tendem a utilizar menor quantidade de memória, processadores mais fracos, HDs mais lentos e até fontes genéricas. Apesar disso, os usuários que possuem “PCs de marca” não precisam pensar que seu computador é super fraco, mas devem ter a consciência de que sua máquina não atinge o desempenho que poderia atingir com peças normais.

Upgrade é possível?

Há duas coisas a se considerar ao pensar num upgrade. Primeiro: se ainda não passou um ano (ou o tempo estabelecido pela montadora) desde a compra do seu computador, nem pense em abrir o PC, pois isso implicará na perda de sua garantia. Segundo: Como já citado, os itens de hardware destes computadores são mais fracos e um upgrade pode sair mais caro do que você pensa.

Tome como exemplo a seguinte situação: você tem um microcomputador da marca X e pretende atualizá-lo para poder rodar alguns jogos nele. Acompanhe os tópicos abaixo para ver alguns problemas que você pode encontrar ao tentar tal façanha:

1) Veja que um PC para jogos necessita de uma placa de vídeo de boa qualidade.
2) Uma placa de vídeo atual requisita uma fonte de energia com boa eficiência.
3) Algumas vezes é necessário acrescentar mais memória.
4) Se você for querer rodar jogos de última geração, um novo processador será item obrigatório.
5) A placa-mãe do computador precisa suportar os itens que você vai adquirir.

Escolher suas peças pode ser uma boa idéia!

Montar um computador para jogos ou simplesmente para uso diário também não é uma má idéia. Esquecendo o fato de custar um pouco mais caro, os componentes sempre são escolhidos pelo usuário e permitem a facilidade de atualizar a configuração a qualquer instante.

Escolha você mesmo e tenha a possibilidade de fazer upgrades

Os itens internos geralmente não são tão caros, visto que toda a configuração do computador custa praticamente o mesmo preço do monitor LCD. Obviamente que o preço vai variar de acordo com o que você pretende montar, sendo que não é necessário adquirir um monitor de 24” (polegadas) da Apple — item que encarece muito uma configuração.

Não exagere...

Após determinar a função de seu PC e escolher uma configuração, é importante você pesquisar muito na internet se as peças que você escolheu são boas e vão realizar as suas tarefas. Escolher o melhor de tudo nunca é o mais compensador, pois você gasta uma grande quantidade de dinheiro e obtém desempenho semelhante a outros computadores, sem contar que em jogos a taxa de quadros deve ser mantida acima dos 30 FPS, para que não haja desconforto a visão.

Cupons de desconto TecMundo: