(Fonte da imagem: iStock)

Desde o início da década de 1980, os computadores têm sido o principal cliente das fabricantes de memória RAM. Mas agora, pela primeira vez, os portáteis conseguiram ultrapassar o consumo dos computadores. Durante o segundo trimestre deste ano, smartphones e tablets atingiram a marca de 51% do mercado de memória RAM – contra os 49% em notebooks, desktops e pequenos servidores.

Segundo a agência Reuters, estima-se que ao final de 2013 os computadores estejam com uma margem ainda menor do consumo de memórias: 42,8%. É preciso deixar bem claro que o motivo para isso não é a diminuição de qualidade dos computadores, mas sim o aumento da demanda por portáteis. Vale lembrar que PCs podem ser divididos por famílias, enquanto os celulares são geralmente de uso individual.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: