Já diz o velho ditado: o crime não compensa. E o rapaz do vídeo acima descobriu isso da pior maneira possível. Ele e um parceiro tentaram roubar o telefone celular de uma mulher sem saber que ela era faixa azul de jiu-jitsu e lutadora de MMA. Sem pestanejar, ela reagiu e conseguiu imobilizar o cara com um golpe chamado “triângulo”.

Durante 15 minutos, o jovem Wesley Sousa de Araújo, de 18 anos, ficou preso às pernas da lutadora Monique Bastos. Ele tentava pedir clemência com frases do tipo “Chama a polícia, chama a polícia! Socorro!” e “Socorro, Jesus! Foi a primeira vez que fiz isso, senhor”, mas Monique só o soltou com a chegada dos policiais.

O vídeo do “ladrão frouxo” viralizou na internet e foi visto mais de 1 milhão de vezes desde que foi publicado na internet nesta quarta-feira (2). O crime aconteceu na noite anterior, na cidade de Açailândia (MA).

Na delegacia, Wesley assumiu outros crimes e não gostou da alcunha de "ladrão frouxo"

Como o crime aconteceu

Na delegacia, Wesley assumiu que tentou assaltar Monique e confessou que essa não era a primeira vez que cometia um crime. Ele também disse que a lutadora não bateu nele, apenas o imobilizou – os outros populares é que teriam tentado linchá-lo.

Em entrevista à TV Difusora, afiliada do SBT na cidade de Açailândia, Monique contou como foi a abordagem de Wesley. O rapaz estava pilotando uma moto e carregava um comparsa na garupa. Eles pararam ao lado da lutadora e o outro bandido puxou o celular da mão de Monique. Ela conseguiu segurar e derrubar a motocicleta, mas um dos criminosos conseguiu fugir correndo com o celular dela na mão.

Já para Wesley, a história foi diferente. Imobilizado por Monique, ele enfrentou os golpes da lutadora e, posteriormente, o deboche na internet ao se tornar o bandido mais frouxo do Maranhão. A lutadora conta que só reagiu porque viu que os homens não estavam armados, mas é bom lembrar que a polícia nunca aconselha a reagir nessas situações.

Em entrevista, Monique conta que só reagiu depois de ver que os meliantes não estavam armados

Bandidos que se deram mal

Vez ou outra nós mostramos bandidos que se deram muito mal e foram parar na internet com histórias patéticas. Será, por exemplo, que Monique tem algum parentesco com a vovó que atropelou um meliante com uma scooter? E Wesley, será que tem tantos neurônios faltantes quanto o cara que tentou explodir este caixa eletrônico?

Uma coisa é certa: o crime nunca compensa.

Via Mega Curioso.

Cupons de desconto TecMundo: