Você já deve ter lido várias notícias sobre Kim Dotcom, o fundador do MegaUpload, ser processado ou ter bens confiscados. Porém, agora o caso é um pouco mais "bizarro": Dotcom pode ter o visto de residência na Nova Zelândia negado e ser extraditado por causa de uma multa de excesso de velocidade.

A multa foi registrada em 10 de setembro de 2009. Dotcom estava guiando a sua AMG Mercedes a 149 km/h em uma área com o limite cravado em 50 km/h. Na época, ele foi seguido por policiais e multado. Contudo, ao pedir o visto, ele não declarou a infração para as autoridades.

Como resultado em 2009, Dotcom pagou uma multa de US$ 500 (R$ 1,5 mil) e US$ 130 (R$ 398) em custos, além de perder a habilitação por seis meses.

A questão problema, que o fundador do MegaUpload não respondeu corretamente, foi esta: "Você ou algum membro de sua família incluído na solicitação já foram condenados por alguma ofensa (inclusive de trânsito) cometida nos últimos cinco anos envolvendo condução perigosa?". Ele entrou com o pedido de visto em 3 de junho de 2010.

O Ministério da imigração da Nova Zelândia deu como prazo até 4 de maio para receber a documentação pertinente ao assunto. Dotcom comentou dizendo que foi um mal-entendido, pois acreditava que as autoridades tinham consciência de sua condenação.

O fundador do MegaUpload também enfrenta um pedido de extradição, mas emitido pelo governo dos EUA. Caso seja deportado da Nova Zelândia, ele vai poder voltar para a Finlândia ou Alemanha.

Cupons de desconto TecMundo: