Uma cidade com muitos prédios e construções é geralmente vista como um lugar moderno e evoluído. Quanto mais altos forem os prédios, mais cosmopolita a região. Em meio a incontáveis edificações, túneis, canais e pontes, acabamos nos acostumando com o cenário e nem nos perguntamos sobre as condições de trabalho das pessoas responsáveis por essas construções.

Há algum tempo nós falamos sobre os milhares de funcionários que morreram durante a construção do Canal do Panamá. É triste, mas o plano de fundo de muitas coisas que consideramos modernas e eficientes é, na verdade, a exploração humana, que acontece também quando não há condições seguras de trabalho.

As construções para a Copa do Mundo no Qatar, por exemplo, utilizarão tecnologia de ponta, para que tudo seja realmente perfeito. O cuidado não se estende aos trabalhadores responsáveis pelas construções novas, no entanto: a estimativa é a de que 4 mil deles possam morrer durante o processo.

O site DAM Firm publicou uma relação assustadora que mostra o número de pessoas que morreram enquanto trabalhavam construíam pontes, prédios, canais, ferrovias e outros símbolos da vida moderna. Para deixar a lista ainda mais compreensível, a escala foi feita em relação a cada mil funcionários. Confira:

  •         Canal do Panamá: a cada mil trabalhadores envolvidos, 408,12 morreram;
  •         Ferrovia da Birmânia: conhecida como “Ferrovia da Morte”, a construção foi responsável pela morte de 385,45 operários a cada mil contratados;
  •         Túnel de Hawks Nest: 152,8;
  •         Canal Mar Branco-Báltico: 95,24;
  •         Ferrovia Transcontinental: 80;
  •         Canal de Suez: 80;
  •         Estrada do Caracórum: 54,17;
  •         Ponte do Brooklyn: 50
  •         Canal de Erie: 20
  •         World Trade Center: 17,14;
  •         Represa de Assuã: 16,67;
  •         Aqueduto de Los Angeles: 10,75;
  •         Represa Grand Coulee: 8,75;
  •         Ponte da Baía de Sydney: 6,4;
  •         Represa Hoover: 4,57;
  •         Ponte São Francisco Oakland Bay: 3,37;
  •         Torre Eiffel: 3,33;
  •         Túnel de Base de São Gotardo: 3,2;
  •         Copa do Mundo no Qatar: 2,86;
  •         Titanic: 2,67;
  •         Willis Tower: 2,5;
  •         Taipei 101: 2.5;
  •         Empire State Building: 1,47;
  •         Ponte de Mackinac: 1,43;
  •         Barragem de Fort Peck: 1,2;
  •         Sistema de Encanamento de Transporte-Alaska: 1.17
  •         Las Vegas: 0,75;
  •         Chrysler Building: 0.

Via Mega Curioso.

Cupons de desconto TecMundo: