Ciência aposta em nanorrobôs para levar espermatozoides ao alvo [vídeo]

1 min de leitura
Imagem de: Ciência aposta em nanorrobôs para levar espermatozoides ao alvo [vídeo]
Avatar do autor

A equipe do professor Oliver Schmidt, de Dresden, na Alemanha, está desenvolvendo um método que pode ser um dos mais eficazes tratamentos contra a infertilidade masculina.

A técnica envolve usar nanorrobôs em forma de espiral chamados de Spermbots, que "se acoplam" a espermatozoides e os levam ao destino correto na fecundação — ou seja, o óvulo. Acontece que um dos casos mais comuns de infertilidade é justamente a baixa mobilidade dos espermatozoides, e a equipe alega que essa "ajudinha" não seria prejudicial para a formação de um feto saudável.

A pequena espiral metálica é controlada por um campo magnético rotativo e sai sozinha do espermatozoide no momento da fecundação bem-sucedida. A ideia é que o procedimento seja mais barato e tenha uma taxa de sucesso maior que a da inseminação artificial.

Por enquanto, a pesquisa só foi publicada em forma de artigo no periódico Nano Letters. Ao menos no laboratório e ainda sem utilizar corpos humanos (mas sim um ambiente controlado em uma placa de Petri), os testes foram um sucesso.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Ciência aposta em nanorrobôs para levar espermatozoides ao alvo [vídeo]