O trabalho de um neurocirurgião pode ficar um pouco mais fácil com a ajuda do Kinect. Não, o médico não vai tirar um momento de folga para se divertir com os joguinhos – é que o sensor de reconhecimento, com as devidas modificações, é capaz de se transformar em uma simulação de ressonância magnética.

O protótipo mostrado no clipe acima, que foi revelado pela Microsoft Research Cambridge, cria um ambiente de realidade aumentada na tela, permitindo que o médico tenha acesso aos seus exames antes de começar uma cirurgia, por exemplo, para ter certeza de qual é o seu problema e qual deve ser o procedimento realizado.

O sistema usa um tablet com um Kinect acoplado em sua traseira – tudo rodando a partir de uma API chamada Kinect Fusion. Apesar de mostrar a cabeça do paciente de um ângulo melhor do que as chapas de ressonância ou raios x, esse método não exclui a necessidade de fazer exames, já que o aparelho apenas mostra os dados coletados. No entanto, trata-se de uma forma interativa, rápida e não invasiva de analisar os mais diferentes casos da medicina.

Esse conceito ainda não tem previsão para sair dos laboratórios e passar para os consultórios de todo o mundo.

Cupons de desconto TecMundo: