Aproveitando a Computex 2015, maior feira de eletrônicos e tecnologia da Ásia, a MediaTek anunciou o primeiro chipset da família Helio P, sendo ele o primeiro a utilizar o processo TSM de 28 nm HPC+ ­— o qual pode aumentar em 15% a velocidade de processamento e reduzir o consumo de energia do processador em até 30% se comparado ao seu antecessor, o 28HPC.

O Helio P10 é um SoC de alto rendimento focado na produção de smartphones premium, que cada vez se tornam mais finos, mas que não devem perder seu poderoso potencial de processamento e satisfazer as necessidades dos usuários.

O componente conta com oito núcleos Cortex A53 de 64 bits que rodam a 2 GHz e uma GPU Mali-T860, que tem dois núcleos de 64 bits a 700 MHz. Um de seus destaques é o motor de processamento de imagens TruBright, que é compatível com câmeras de até 21 MP e habilita um sensor ultrassensível RWWB, possibilitando a captura do dobro de luminosidade que o tradicional sensor RGB. Com isso, as fotografias apresentam melhorias na resolução de cor e nitidez.

A desenvolvedora também reforça a presença do MiraVision 2.0. A tecnologia faz com que a novidade tenha total compatibilidade com telas Full HD e conteúdos com 60 fps, ofereça uma função que reduz a retroiluminação do display automaticamente em ambientes de baixa luminosidade para evitar possíveis danos à visão e tenha um filtro de luz azul que realça a intensidade e a fidelidade das cores. Tudo isso para proporcionar a melhor experiência possível.

Além disso, o Helio P10 traz uma série de tecnologias já conhecidas da MediaTek, incluindo o World Mode LTE Cat-6 (que suporta transferir dados a até 300 Mbps) e o algoritmo avançado de gerenciamento de tarefas CorePilot (responsável por direcionar os processos para cada um dos núcleos da CPU e da GPU).

O componente também já é compatível com a aplicação de processamento visual da MediaTek — recurso que permite a detecção do batimento cardíaco de uma pessoa utilizando a câmera do smartphone, sem que o aparelho seja encostado nela.

O Helio P10 estará disponível a partir do terceiro trimestre de 2015, e produtos equipados com esse chip devem começar a ser vendidos para os consumidores finais até o final deste ano, estima a companhia.

O TecMundo foi à Computex 2015 convidado gentilmente pela MediaTek.

Cupons de desconto TecMundo: