Ontem, uma série de notícias surgiram na imprensa internacional para mostrar que um novo malware estava infectando donos de iPhones — tudo por causa de uma vulnerabilidade que permitia a infecção dos smartphones conectados a Macs por meio de cabos USB. Pouco tempo depois de tomar conhecimento do problema, a Apple anunciou que os erros já foram neutralizados nos sistemas operacionais.

A própria fabricante informou: “Nós fomos alertados sobre um software malicioso que estava disponível em um site de downloads direcionado a usuários da China e bloqueamos a ameaça e os apps identificados para prevenir que eles fossem disseminados. Como sempre, recomendamos que os consumidores baixem e instalem seus softwares de fontes confiáveis”.

O malware — chamado de WireLurker — estava infectando cerca de 460 aplicativos disponíveis em uma loja de aplicativos não-oficial para Mac. Segundo informações do Business Insider, os arquivos maliciosos foram baixados mais de 350 mil vezes, o que pode ter afetado milhares de usuários de iPhones de usuários que baixam apps ilegais em seus Macs.

Ainda não está claro quem estava por trás do desenvolvimento destes arquivos, mas a Apple garante que as ameaças já foram neutralizadas. Vale dizer também que não há qualquer relato de pessoas que utilizem apenas fontes oficiais e que tiveram contato com a infecção. Aparentemente, ela estava localizada e limitada à já mencionada loja extraoficial de aplicativos para Mac.

Cupons de desconto TecMundo: