Novo tipo de ataque "sequestra" dados de pequenas empresas. (Fonte da imagem: Reprodução/ESET)

Um novo relatório de varredura de malwares na internet publicado pela ESET revelou um novo tipo de ataque. Criminosos têm focado em pequenas empresas e instalando softwares maliciosos em suas máquinas a fim de criptografar dados importantes e deixá-los inacessíveis sem uma senha aleatória. Depois de o ataque ter sido bem-sucedido, os criminosos pedem resgate dos dados, oferecendo a chave para descriptografar os dados por uma quantia em euros que pode chegar até R$ 900.

A empresa de segurança ainda afirma em seu relatório que a maioria desses ataques foi identificada na Rússia (44%). Casos mais preocupantes, entretanto, foram encontrados em outros países, como Alemanha, Itália, Espanha, República Tcheca, Polônia, Romênia, Ucrânia e EUA. O tipo de malware utilizado para realizar esses ataques é o Win32/Filecoder, um dos mais ameaçadores da atualidade.

Rússia é o maior alvo de forma disparada. (Fonte da imagem: Reprodução/ESET)

“A família de malwares Win32/Filecoder é mais perigosa que outros tipos como as chamadas ransomware que costumam encriptar fotos, documentos, músicas e arquivos. Uma grande quantidade de diferentes técnicas e níveis de sofisticação tem sido encontrada com o passar do tempo”, conta Róbert Lipovsky, Pesquisador de Malware da ESET.

O relatório da ESET ainda alerta que esses ataques estão sendo feitos a partir da instalação dos malwares provenientes de websites infectados, anexos de emails e até com invasão das estruturas físicas das empresas para a instalação manual do software. Sendo assim, é aconselhável proteger as configurações do antivírus com senha, evitando alteração manual.

Assessoria de imprensa ESET

Cupons de desconto TecMundo: