Eles surgiram do nada e logo se transformaram em um gadget indispensável na bolsa ou na mochila de qualquer cidadão conectado. Estamos falando dos powerbanks, também chamados de baterias externas ou carregadores portáteis. Trata-se de pequenos dispositivos cuja única missão é armazenar energia elétrica — uma vez conectados a um smartphone via USB, são capazes de recarregá-lo a qualquer hora e em qualquer lugar.

Só quem já usou um desses sabe da importância de tais produtos emergenciais. Porém, a maioria dos powerbanks disponíveis hoje no mercado brasileiro são de procedência duvidosa e de péssima qualidade. E foi pensando em uma forma de resolver esse problema que um grupo de empreendedores brasileiros criou a Made Basics, uma startup bastante curiosa.

A empresa chega ao mercado com um trio de carregadores portáteis que impressionam pelo design e prometem ser mais duráveis do que os “xing ling” que estamos acostumados a usar. O TecMundo passou alguns dias utilizando os três modelos disponibilizados pela marca — emprestados por ela mesma — e vai contar para você se vale a pena ou não investir seu precioso dinheiro nessas novidades.

Testamos os powerbanks da marca brasileira Made Basics

Made Basics Wallet

O Wallet é o powerbank mais acessível — e também o mais atraente — da Made Basics. Seu nome (que, em inglês, significa “carteira”) não lhe foi atribuido à toa: este gadget possui um visual bastante elegante e que lembra muito um porta-documentos em couro. O produto conta um acabamento texturizado que imita o tecido nobre e exibe até mesmo umas falsas costuras em suas bordas.

O Wallet tem bateria de 4.000 mAh

Dentro de sua caixa, o consumidor encontra um manual de instruções (que é universal para os outros modelos da Made Basics) e um cabo USB branco para recarga do próprio powerbank e conexão com telefones celulares. O modelo está disponível em quatro cores: preto, marrom, azul e branco, sendo que todas as versões são vendidas pelo mesmo preço: R$ 99. Quatro luzes LED azuis dispostas em sua base servem para indicar o nível de energia do dispositivo.

O Wallet é o carregador portátil mais enxuto da família, com uma bateria de 4.000 mAh — isso, de acordo com o próprio fabricante, é o bastante para dar 1,5 carga em um iPhone 6 e uma carga em um Galaxy S6. No caso de um Moto X Play, um dos aparelhos mais populares da família de smartphones da Motorola, isso seria o suficiente para uma recarga completa e sobrariam 360 mAh.

Made Basics Pierre

Mais robusto do que o Wallet, o modelo Pierre tem um visual no mínimo curioso: ele imita uma pedra. Disponível na cor Dark Gray (cinza, R$ 129) e Navy Blue (azul-escuro, R$ 139), o powerbank tem a capacidade de 5.200 mAh — isso são 1.200 mAh a mais do que a capacidade de seu irmão mais novo. Essa energia já é capaz de suprir duas cargas completas em um iPhone 6 e 1,4 carga em um Galaxy S6. Em um Moto X Play, seria aproximadamente 1,3 carga.

Embora seja maior e um pouco mais “gordinho” do que o Wallet, o Pierre possui a grande vantagem de ter seu corpo recoberto com uma textura levemente áspera que, além de ser agradável ao toque, impede que o powerbank escorregue de suas mãos. Seu formato também é bastante anatômico para garantir uma pegada firme. A disposição das quatro luzes LED é diferenciada: elas circundam o único botão do carregador portátil (usado para ativar a recarga e consultar o nível de bateria).

Made Basics Petra

Ele é o único powerbank da família que possui duas saídas USB

O Petra é o modelo mais potente da linha Made Basics. Grande, pesado e com um visual parecido com o do Pierre (imitando uma pedra), esse carregador tem nada menos do que 7.800 mAh — isso garante até três cargas em um iPhone 6, duas cargas em um Moto X Play e 2,1 cargas em um Galaxy S6. Mais do que isso, ele é o único powerbank da família que possui duas saídas USB paralelas, o que lhe permite recarregar dois gadgets ao mesmo tempo.

A amperagem de saída do Petra também é maior do que a dos outros modelos: são 2,1A (caso você use somente uma porta USB) ou 1,5A (usando as duas conexões simultaneamente), contra 1A do Wallet e do Pierre. Isso significa que esse grandalhão é mais ágil na hora de recarregar seus dispositivos móveis, especialmente se ele estiver provendo energia para apenas um smartphone.

O único problema do Petra é que você dificilmente consegue usá-lo nas mãos — até porque ele não é feito para isso, mas sim mais apropriado para uso em mesas. O aparelho é muito grande e pesado, o que dificulta o seu manuseio (por mais que sua textura, igual à do Pierre, impeça que o produto escorregue de seus dedos). As cores disponíveis são Gray (cinza) e Dark Gray (cinza-escuro), ambas por R$ 149, e Navy Blue (azul-escuro) por R$ 159.

Vale a pena?

Os powerbanks da Made Basics são, sem dúvidas, os mais bonitos que você pode encontrar no mercado brasileiro. Todos os modelos possuem um visual distinto e elegante — com destaque, é claro, para o Wallet, que se disfarça perfeitamente como uma carteira de couro e é bastante discreto. Outro detalhe bacana (presente em todos os carregadores da marca) é a pequena alça de tecido para guardar o cabo USB.

Os gadgets da Made Basics são voltados para consumidores de personalidade

Porém, no quesito funcionalidade, os aparelhos não apresentam novidades. Além disso, nenhum dos powerbanks da Made Basics tem uma capacidade fora do comum — muito pelo contrário, até pouco tempo atrás, eles perderiam feio para o Mi Power Bank, da Xiaomi, que tem 10.400 mAh e era vendido aqui por apenas R$ 99. Aliás, embora a marca chinesa tenha cessado as vendas do produto, ainda é possível encontrá-lo no Mercado Livre.

Resumo da ópera: você consegue encontrar carregadores portáteis com capacidades parecidas com as do Wallet, do Pierre e do Petra por um preço mais barato? Sim. Consegue encontrar modelos com um design tão atraente e charmoso? Não. Os gadgets da Made Basics têm como diferencial os seus visuais excêntricos, sendo voltados para consumidores de personalidade.

Modelo Wallet na cor azul

Isso significa que, caso você queira simplesmente um powerbank potente e barato — não se importando com as aparências ou procedências —, é possível encontrar opções com melhor custo-benefício no mercado (incluindo modelos chineses). Agora, se você procura um dispositivo diferente e que vai se destacar quando você o tirar do bolso e colocá-lo na mesa da bar, os powerbanks da Made Basics são as melhores alternativas.

Cupons de desconto TecMundo: