Durante o Mobile World Congress 2015, realizado no início de março na cidade de Barcelona, na Espanha, a Microsoft apresentou dois novos modelos de smartphone para o mercado internacional. Um deles, o Lumia 640 Dual SIM DTV, demorou pouco mais de 30 dias para chegar às lojas nacionais.

Com tela de 5 polegadas, o mais novo smartphone da empresa traz as atualizações do Lumia Denim, versão mais recente do Windows Phone 8.1. Além disso, o modelo em questão é compatível com dois SIM cards, Rádio FM e TV Digital, características que costumam agradar bastante o consumidor brasileiro.

Por suas configurações de hardware, o aparelho pode ser considerado do segmento de intermediários. No Brasil, o preço sugerido no lançamento é de R$ 799. Será que vale a pena investir o seu dinheiro nesta novidade? Isso é o que nós vamos descobrir agora nesta análise.

Design

A Microsoft segue firme com a mesma linha de design nos smartphones da série Lumia. Entretanto, é possível notar um certo refinamento nos modelos mais novos. O Lumia 640 tem um visual elegante e parece mais fino do que os demais modelos da linha. A tampa traseira de plástico é removível e tem uma textura lisa envernizada.

Na lateral direita estão os botões power e os controles de volume. A entrada USB está localizada na parte de baixo e a saída para os fones de ouvido fica na parte de cima. As 5 polegadas de tela tornam o aparelho maior do que a grande maioria dos Lumias, cujos displays costumam ser  inferiores a esse tamanho.

Anatomicamente o aparelho tem uma boa pegada e segurá-lo com apenas uma das mãos é agradável. Entretanto, convém tomar um pouco de cuidado, uma vez que o celular é bastante liso, o que pode provocar acidentes por conta disso. O posicionamento do speaker é na parte traseira do smartphone e, por seu formato, ao colocar o celular sobre a mesa, por exemplo, o som fica abafado com muita facilidade.

Tela

A qualidade da tela do Lumia 640 é um dos pontos positivos que mais se destacaram em nossa análise. O display de 5 polegadas é HD (1280x720 pixels) e se mostra suficiente para exibição de jogos, filmes e fotos com boa qualidade. Além da proteção Gorilla Glass 3, a tela conta com a tecnologia ClearBlack, o que garante melhor contraste e maior fidelidade de cores quando ele é visto por ângulos desfavoráveis.

Sob a luz do sol, o aparelho também se sai muito bem, com baixo índice de reflexos. O brilho pode ser configurado em três níveis distintos e todos eles são bastante marcantes. Mesmo nas configurações intermediárias e baixas, é possível distinguir com clareza os tons de cores e a usabilidade não é comprometida.

Por fim, a resposta aos toques na tela é precisa, com uma camada oleofóbica eficiente que faz com que dedos deslizem com suavidade sobre o display. Além disso, mesmo após o uso intenso são poucas as marcas de digitais que permanecem no aparelho.

Desempenho

O Lumia 640 é um dos primeiros aparelhos a chegar ao mercado contando nativamente com a atualização 2 do Lumia Denin para Windows Phone 8.1. As novidades são sutis, mas a estabilidade do sistema se mostra satisfatória, como na versão anterior. Entre os recursos, os destaques são a possibilidade de apagar a tela com dois toques (antes só era possível acender) e opção de fixar as configurações individuais como tile na tela inicial.

Já em uso, o Lumia se saiu muito bem em todos os testes a que submetemos o aparelho. Jogos como GT Racing 2 e Asphalt 8: Airborne rodaram sem maiores problemas, não apresentando nenhum tipo de imperfeição que seja digna de menção. A transição entre apps também ocorreu de forma satisfatória.

Se com 512 MB de RAM o Windows Phone já praticamente não encontra problemas para execução do sistema, com 1 GB a possibilidade de você ter algum problema com relação a isso diminui consideravelmente. O aspecto menos interessante aqui é o espaço de armazenamento, já que dos 8 GB restam pouco mais de 2,5 GB livres. Contudo, vale lembrar que há 15 GB de espaço disponível na nuvem via OneDrive e outros 15 GB apenas para backup de fotos.

Bateria

A duração de bateria do Lumia 640 pode ser considerada razoável. Em nossos testes, utilizando recursos de vídeo, como Netflix ou TV Digital, pouco mais de cinco horas foram suficientes para praticamente zerar a carga do aparelho. Já em uso normal, o celular chegou com dificuldades ao final do dia, com a carga em níveis críticos por volta das 21 horas.

O aparelho não vem acompanhado também por um cabo USB para recarga direto no PC. Será preciso andar com o carregador de tomada ou adquirir um cabo a parte caso você tenha alguma emergência. Com 2.500 mAh de capacidade, esperávamos um desempenho mais interessante nesse quesito por parte do Lumia 640.

Câmera

A câmera traseira do Lumia 640 está certamente entre as melhores do segmento de intermediários. Com 8 megapixels de resolução, os sensores do aparelho são capazes de capturar imagens com pouquíssima distorção nas cores e baixo índice de granulação. Mesmo nas fotos em ambientes cuja luminosidade é baixa, o resultado é acima da média e pode ser considerado muito satisfatório.

O mesmo não se pode dizer da câmera frontal. Com apenas 0,9 megapixel, o resultado vai deixar bastante desapontado aqueles que gostam de tirar selfies com o smartphone. A qualidade chega até mesmo a ser inferior se comparada com as fotos tiradas por outros modelos lançados anteriormente pela empresa.

Como compensação a esse ponto fraco, o software oferece uma série de filtros e efeitos para que você possa retocar as suas imagens. O resultado, entretanto, ainda assim fica longe do ideal.

Áudio

O Lumia 640 vem acompanhado por fones de ouvido simples, que incluem microfone para que você possa usar durante ligações telefônicas. A qualidade sonora deles deixa a desejar somente se você utilizá-lo em volumes mais altos do que o recomendado (acima de 20). Nesse caso, o índice de ruídos é alto e nota-se que o som fica agudo demais.

Já o aparelho em si tem som de boa qualidade, com distorção pouco significativa mesmo em volumes mais altos. Entretanto, é fácil abafar a saída de áudio na parte traseira, seja com as mãos durante o jogo ou mesmo deixando o aparelho sobre a mesa – uma falha incômoda em muitos momentos.

Extras

Seguindo a tendência de apostar em aparelhos voltados para as necessidades do mercado brasileiro, o Lumia 640 é compatível com dois SIM cards, mas apenas 3G. Além de contar ainda com Rádio FM, o modelo nacional tem suporte a TV Digital.

Em nossos testes, a qualidade do sinal se mostrou eficiente, com o aparelho captando diversos canais com boas imagens. Entretanto, essa é uma característica que pode variar de região para região. É possível ainda gravar trechos da programação ou tirar screenshots da tela.

Vale a pena?

Com qualidade de fotografia invejável para a sua categoria e bom desempenho na execução de praticamente qualquer app, o Lumia 640 chega ao mercado brasileiro como mais uma opção para brigar firme na categoria de smartphones intermediários. É possível que ele não apresente uma relação custo-benefício tão interessante quanto a de outros modelos, mas custando R$ 799 ainda assim é um aparelho que merece ser considerado com carinho.

Com visual moderno, o smartphone tem tela HD de 5 polegadas e compatibilidade com dois SIM cards, mas infelizmente esta versão não contempla o 4G. O fato de contar com TV Digital é outro ponto importante e que certamente deve agradar os consumidores brasileiros. A duração de bateria é compatível com a performance do produto e não deve deixar ninguém desapontado.

Bastante equilibrado, o Lumia 640 peca mesmo apenas na câmera frontal, cuja baixíssima qualidade vai deixar os seus selfies com cara de fotos ultrapassadas. Porém, ainda assim, não dá para desmerecer os demais pontos positivos que o aparelho apresenta. Sem dúvida, o Lumia 640 é um dos lançamentos mais interessantes disponibilizados pela Microsoft neste segmento.

Cupons de desconto TecMundo: