Durante a Mobile World Congress (MWC) 2015, um dos maiores eventos do mercado de dispositivos móveis, a Microsoft apresentou dois novos smartphones para o segmento de aparelhos intermediários: o Lumia 640 e o Lumia 640 XL. Assim como o nome pode sugerir, o modelo XL – “XL”, em inglês, é um termo usado para fazer referência a algo muito grande – é uma versão maior do que a variante de 5 polegadas da companhia.

Porém, essa não é a única diferença entre os dispositivos. Além do display de 5,7 polegadas, o Microsoft Lumia 640 XL traz câmeras aprimoradas e uma bateria com maior capacidade. Por dentro, os aparelhos são praticamente idênticos e apresentam um desempenho bastante semelhante.

Nós já analisamos o Microsoft Lumia 640 e agora chegou a vez da versão “extra large” desse modelo. Vamos ver como ele se saiu em nossa análise?

Especificações técnicas do Microsoft Lumia 640 XL Dual SIM.

Especificações técnicas do Microsoft Lumia 640 XL Dual SIM

  • Sistema operacional: Windows Phone 8.1 (Lumia Denim Update 2)
  • Tela: IPS LCD de 5,7 polegadas (com proteção Gorilla Glass 3)
  • Resolução: 1280x720 pixels (HD)
  • Densidade de pixels: 259 ppi
  • Chipset: Qualcomm Snapdragon 400
  • CPU: quad-core de 1,2 GHz
  • GPU: Adreno 305
  • Memória RAM: 1 GB
  • Armazenamento interno: 8 GB
  • Armazenamento externo: até 128 GB com cartão micro SD
  • Câmera traseira: 13 megapixels
  • Câmera frontal: 5 megapixels
  • Bateria: 3.000 mAh
  • Conectividade: WiFi (802.11 b/g/n), 3G, Bluetooth 4.0 e GPS (A-GPS e GLONASS)
  • Sensores: acelerômetro, proximidade e bússola
  • Dimensões: 157,9 mm (altura) x 81,5 mm (largura)
  • Espessura: 9 mm
  • Peso: 171 gramas
  • Preço oficial de lançamento: R$ 999

Tela

Ao dar de cara com o Microsoft Lumia 640 XL, o aspecto que mais se destaca é o display. A tela tem 0,7 polegada a mais que a de seu irmão menor, um aumento que numericamente parece pouco, mas que se mostra considerável na prática.

Apesar do acréscimo, a resolução manteve-se a mesma – 1280x720 pixels (HD) –, o que causa uma leve diminuição na densidade de pixels – de 294 ppi para 259 ppi. Essa redução, entretanto, é incapaz de prejudicar a experiência do display, que no Lumia 640 XL é muito boa.

O tamanho de tela maior favorece o consumo de conteúdo, como vídeos e fotos. Ler também é uma atividade bastante agradável. Vale a pena destacar que essa iniciativa de lançar uma variante “extra large” do Lumia 640 é algo que pode se repetir com outros modelos no futuro.

Design

A consequência do aumento do display é o tamanho do dispositivo, que pode assustar no “primeiro encontro”. Em números absolutos, o Lumia 640 XL é 1,5 centímetro mais alto, 1 centímetro mais largo e 26 gramas mais pesado que o 640 de 5 polegadas. Já a espessura teve um acréscimo insignificante de 0,2 milímetro.

No geral, o design manteve o padrão de smartphones da marca, que já era o praticado pela Nokia quando ela fabricava os aparelhos com Windows Phone. Atrás, houve reorganização dos componentes em relação ao irmão menor, como a saída de som e o flash da câmera.

Falando nela, uma protuberância um pouco maior foi necessária para acomodar o sensor mais poderoso e com lentes Carl Zeiss do 640 XL. Se por um lado esse detalhe pode desagradar alguns, ele tem como vantagem impedir que o alto-falante fique completamente abafado quando o smartphone estiver em uma superfície lisa.

Desempenho

Como já foi dito, por dentro o Microsoft Lumia 640 XL é praticamente idêntico ao seu irmão menor. O aparelho tem o mesmo processador, GPU, quantidade de RAM e armazenamento interno, além da capacidade de expansão de memória – que é de 128 GB com cartão micro SD.

Isso significa que o smartphone tem um desempenho muito semelhante ao do Lumia 640. Jogos pesados, como GT Racing 2 e Asphalt 8, rodaram com tranquilidade e apresentando leves quedas na taxa exibição de quadros por segundo. Redes sociais, mensageiros, apps de produtividade e games leves também foram executados com muita fluidez.

A troca de aplicativos acontece de forma bastante suave, permitindo que vários deles sejam executados ao mesmo tempo. O limite de 8 GB de armazenamento interno pode incomodar alguns usuários, mas é um problema que pode ser resolvido com o uso de um cartão micro SD.

Interface

Assim como acontece com o 640, o 640 XL é um dos primeiros a vir equipado com o Update 2 do Lumia Denim. Contudo, as diferenças não são tão significativas. O destaque vai para a reorganização do menu de configurações, que agora está bem mais fácil de explorar e encontrar a opção desejada.

Como de costume, a interface é bastante fluida e raramente apresenta engasgos durante a navegação entre as diversas funcionalidades do sistema Windows. Um detalhe curioso foi encontrar alguns apps pré-instalados, mas que podem ser facilmente excluídos caso o usuário deseje.

Câmera

Neste aspecto está o principal diferencial do Lumia 640 XL em relação ao seu irmão menor. O upgrade é significativo, e isso não é perceptível apenas para a resolução das câmeras. No sensor traseiro, além do aumento de 8 para 13 megapixels, a presença das tradicionais lentes Carl Zeiss faz uma enorme diferença para os amantes de fotografia.

A qualidade é excelente, superando, inclusive, alguns aparelhos concorrentes ainda mais caros que o 640 XL. A câmera frontal teve a resolução aumentada de 1 para 5 megapixels, o que também faz com que as selfies fiquem um pouquinho melhores.

Merece destaque a quantidade de opções manuais que podemos controlar ao capturar fotos. Balanço de branco, foco, ISO e velocidade do obturador são apenas algumas das opções disponíveis.

Bateria

Na bateria, o acréscimo de 500 mAh em relação ao Lumia 640 foi mais do que suficiente para dar conta do aumento no tamanho do display. Neste aspecto, a manutenção da resolução HD se mostrou vantajosa.

Os 3.000 mAh fazem com que o aparelho aguente com tranquilidade um dia de uso moderado – acessando redes sociais e mensageiros, jogando alguns games e fazendo ligações –, chegando ao final dele com mais de 30% de carga. Em uso intenso, pouco menos de seis horas foram necessárias para esgotar completamente a bateria do dispositivo, uma boa média.

Áudio

A qualidade sonora do Lumia 640 XL é satisfatória o som é bastante limpo. Em volumes altos, praticamente não há distorção. Mas a Microsoft peca em não disponibilizar um fone de ouvido para o conjunto. Ao menos o alto-falante não fica completamente abafado quando o smartphone deixado em uma superfície lisa, uma vantagem que aproveita o design na parte de trás do aparelho.

Vale a pena?

Se você não ficou muito contente com as câmeras do Lumia 640 e não vê problemas em um smartphone grande, o 640 XL com certeza é a escolha certa para você. Além dessas qualidades, vale a pena ressaltar que, assim como o irmão menor, esse aparelho é bem bonito e oferece um desempenho satisfatório.

A garantia de update para o Windows 10 Mobile é outro ponto que merece ser destacado. A diferença de preço entre os modelos 640 e 640 XL, que pode ser menor do que R$ 130 em algumas lojas, acaba favorecendo a compra da variante “extra large”. Se você quer mais qualidade para as suas fotos e o tamanho não incomoda, vale mais a pena investir na versão grande desse dispositivo.

Cupons de desconto TecMundo: