A Microsoft vem crescendo no segmento de smartphones de entrada no Brasil. Além de trazer aparelhos com preços atraentes, a empresa tem conseguido disponibilizar produtos de boa qualidade e que se destacam dentro de sua categoria.

Um desses exemplos é o Nokia Lumia 530 Dual SIM, sucessor do Lumia 520, lançado no final do ano passado. Rapidamente o modelo se tornou um dos mais procurados entre aqueles que não querem gastar mais do que R$ 350 e um aparelho. Mas será que vale a pena investir no modelo básico da Microsoft? Isso é o que nós vamos descobrir agora nesta análise.

O smartphone Nokia Lumia 530 Dual SIM foi cedido por empréstimo pela loja Cissa Magazine para a realização desta análise.

Design

Para o Lumia 530 a Microsoft investiu em um design mais moderno, com cantos arredondados que proporcionam um manuseio mais agradável. A construção do aparelho é bastante sólida e o celular conta com um acabamento de qualidade, bastante caprichado. A tampa plástica traseira pode ser removida e o modelo vem acompanhado por uma capa sobressalente. 

O modelo é compatível com dois SIM cards e cartão micro SD de até 128 GB. Todos os botões – power e controle de volume - estão localizados na lateral direita. Neste caso, não há o tradicional botão dedicado à câmera. A saída para os fones de ouvido está localizada na parte superior e a entrada USB na parte inferior. O Lumia 530 vem acompanhado por um carregador para a tomada e também por um cabo USB para conexão direta com o PC.

Tela

Com 4 polegadas e resolução de 854x480 pixels, a tela do Lumia 530 é apenas funcional. Ao deslizar os dedos sobre ela, notamos a falta de uma camada oleofóbica mais eficiente, o que faz com que seus dedos enrosquem um pouco ao deslizar sobre a tela. Não há a também a proteção Gorilla Glass no aparelho, o que pode tornar o seu display mais frágil.

O índice de reflexo sobre a tela também é mais alto do que a média e pode incomodar em alguns momentos. Entretanto, dentro da sua categoria, ele pode ser considerado razoável nesse quesito. Os níveis de controle de brilho e intensidade são satisfatórios e, no final das contas, a tela se mostra adequada para a proposta do aparelho.

Desempenho

Em nossos testes o Lumia 530 se saiu muito bem dentro da sua proposta. O mérito maior com certeza é do Windows Phone 8.1, que mesmo com um hardware mais simples consegue entregar um desempenho de qualidade e sem travamentos. Nesta faixa de preço, nenhum Android que testamos conseguiu se sair melhor. Games como Minion Rush, por exemplo, rodaram sem maiores problemas.

Obviamente, jogos mais pesados ficam de fora no que diz respeito à compatibilidade, mas praticamente todos os apps tradicionais rodam sem atrasos ou engasgadas. A capacidade de armazenamento é o maior dos problemas nesse caso, pois dos 4 GB sobram apenas 2,2 GB livres. Se você está pensando em armazenar muitas fotos ou músicas, recomendamos bastante que você adquira também um cartão micro SD. 

Câmera

O Lumia 530 não conta com uma câmera frontal. Então, se você está pensando em selfies saiba esse não é o celular ideal para você. Já a câmera traseira nos surpreendeu positivamente. Em ambientes com boa luminosidade, as fotos se mostram com cores vivas e baixo índice de distorção. 

Porém, em fotos com baixa luminosidade o resultado é desastroso. Os vídeos gravados com a câmera do aparelho também deixam muito a desejar. Se levarmos em consideração que estamos falando de um aparelho básico, o resultado final das imagens é aceitável e elas vão quebrar um galho para você capturar os momentos.

Bateria 

O Lumia 530 não é um aparelho com muita capacidade de processamento e sua tela tem uma resolução baixa. Por conta disso, seu consumo de energia é consideravelmente menor, o que justifica uma bateria de apenas 1.430 mAh.

Durante os nossos testes, em uso moderado, ele suportou um dia inteiro de trabalho, chegando ao fim da noite ainda com pelo menos 30% de carga. Já para uso mais intenso, com jogos ou vídeos, bastam cinco horas para drenar a carga por completo. O resultado está dentro dos parâmetros esperados para um aparelho dessa categoria.

Áudio

O Lumia 530 não vem acompanhado por fones de ouvido. Já a qualidade de áudio do aparelho em si é a mais simples possível. Há distorções e ruídos perceptíveis quando o volume está acima de 70%, mas dá pra ouvir uma boa música sem se incomodar tanto com isso.

Vale a pena? 

Não há muitas dúvidas: custando cerca de R$ 260, o Lumia 530 é um dos melhores, se não for o melhor, smartphone de entrada vendido no Brasil. O maior mérito disso é o Windows Phone 8.1, que mesmo em uma configuração modesta consegue entregar um desempenho estável para o consumidor.

O aparelho traz ainda uma bateria de boa duração e uma câmera que, surpreendentemente, faz fotos acima da média dentro da sua categoria. Porém, ela decepciona em fotos noturnas. A tela simples e a pouca capacidade de armazenamento são os aspectos em que o celular mais decepciona.

Ainda assim, o Lumia 530 se destaca pela ótima relação custo-benefício que apresenta. Se você está em busca de um aparelho de um bom aparelho de entrada e não quer gastar muito com ele, vale a pena investir seu dinheiro no Lumia 530.

O smartphone Nokia Lumia 530 Dual SIM pode ser adquirido na loja Cissa Magazine.

Cupons de desconto TecMundo: