(Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

“Poucas pessoas usam câmeras compactas hoje em dia, afinal, todos temos smartphones nos bolsos”. Assim, Chris Weber, vice-presidente de Vendas e Marketing da Nokia, conseguiu definir a mudança no comportamento dos consumidores dos últimos anos – e, ao mesmo tempo, dar o tom do evento que o Tecmundo acompanhou ontem (12/09) em Londres.

Viajamos a convite da Nokia, que propôs uma experiência bastante diferente a cerca de 130 jornalistas de todo o mundo: experimentar o Lumia 1020 em um exclusivo tour por Londres. Embora o Lumia tenha muitas funções a serem exploradas, aqui vamos relatar a experiência de trocar uma câmera profissional pela do aparelho, que é considerada como a melhor câmera de smartphone no mercado atual.

Uma DSLR dentro de seu celular

Uma fila de entusiastas me separava do Lumia 1020, o que me deu tempo o bastante para perceber que a primeira ação de quase todos ao pegar o aparelho em mãos foi brincar com a câmera.

O primeiro contato com o Lumia 1020 em sua versão 64 GB (Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

O Nokia Lumia 1020 é, sem duvidas, um celular para quem quer ter todo o controle de uma imagem nas mãos. O gadget permite que você altere balanço de branco, velocidade de disparo, abertura do diafragma, ISO e, até mesmo, o foco.

Embora algumas destas possibilidades não sejam exatamente uma novidade na marca, além de serem muito mais completas, aqui ferramentas assim fazem todo o sentido: com os 41 MP, você pode parar de sofrer ao deixar sua DSLR em casa sempre que precisar levar apenas um aparelho compacto por aí.

É claro que um smartphone ainda não é capaz de substituir alguns elementos da fotografia tradicional, como a variedade de lentes que uma câmera avançada pode receber, no entanto ele é sem dúvidas o mais próximo disso que você pode chegar em um aparelho que caiba no seu bolso.

Modo manual do Lumia 1020 (Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

Mas isso não significa que ele seja um gadget apenas para profissionais. Ao contrário, ele conta com modos de câmera automáticos que simulam fotografias feitas com muita técnica. No entanto, para quem sente falta de controle e funcionalidades avançadas em câmeras de smartphones, o Lumia 1020 é uma boa pedida.

Estabilizador potente

Após alguns minutos para ajustar as configurações, fomos direcionados a um barco que faria um passeio pelo rio Tâmisa. Com todo o balanço do mar, era hora de ver na prática o poder do estabilizador de imagens do aparelho.

AmpliarTower Bridge fotografada de dentro do um barco: mesmo com o balanço do mar, as fotos ficaram nítidas (Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

Ele faz parte da nova geração de estabilizadores, que conta com recursos ópticos para trabalhar com uma espécie de eixo que identifica as oscilações, corrigindo tudo rapidamente. As fotos feitas de dentro do barco praticamente não mostraram borrões, mesmo as feitas em velocidade um pouco mais baixa.

Deixe de lado a sua velha câmera compacta

Ao sair do barco, foi a hora de ver Londres de sua forma mais tradicional: dando uma volta pelos ônibus de dois andares. Ali foi possível perceber que o Lumia 1020 é capaz de substituir muito bem uma câmera compacta em qualquer situação – somando ainda a série de vantagens que um smartphone pode oferecer.

Imagem feita com o Smart Cam: pode ser a hora de aposentar sua câmera compacta (Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

Embora as smart cameras sejam mais comuns a cada dia, a ideia de carregar dois aparelhos não faz muito sentido (e pode até parecer antiquada) ao pensar que o smartphone sozinho soma milhares de funções junto às da fotografia. Com a otimização da câmera como acontece no 1020, é hora de aposentar as câmeras compactas de vez.

Ainda é possível utilizar o modo inteligente, que faz capturas de imagens de formas diferentes para que você escolha a melhor alternativa na hora do compartilhamento. Efeitos, como dar destaque ao movimento ou, até mesmo, eliminar objetos de cena sem que você tenha o menor trabalho com isso, fazem com que até mesmo alguns tratamentos digitais possam ser dispensados.

Grip

O grip é uma experiência à parte no produto. O acessório amplia o uso da bateria em 50% (o que é essencial para um gadget que vai consumir muita energia com ações avançadas) e permite que você tire o máximo de seu smartphone. Mesmo após uma tarde inteira de fotografias e filmagens, ainda levamos o Lumia para passear na festa de encerramento do evento e o aparelho deu conta do recado.

(Fonte da imagem: Divulgação/Nokia)

Além disso, o gadget ganha uma empunhadura perfeita para fotografar na mesma posição em que seria feita uma foto com qualquer câmera. Com ele, acabam os problemas de fazer malabarismos para fazer um clique: um botão na parte superior direita faz as vezes de disparador. É apontar e clicar.

No entanto, após cerca de meia hora testando o produto com fotos e vídeos, foi possível perceber um aumento significativo de temperatura na região da lente, o que é uma notícia ruim para quem pretende comprar o Lumia 1020. Além de ser desconfortável, o superaquecimento frequente pode prejudicar a vida útil do gadget.

O zoom reinventado

(Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

A proposta da Nokia é mudar a forma como utilizamos o zoom em smartphones, ganhando mais velocidade e qualidade nas ações. Deixando tudo mais rápido e prático, basta que você faça a imagem, sem se preocupar com a aproximação do objeto. 

O zoom pode ser feito com o corte da fotografia original, sem perder a qualidade (Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

Depois, com a fotografia pronta em mãos, é hora de ampliar. E você pode aumentar bastante a sua imagem, sem medo de perder a qualidade. A imagem acima é, na verdade, um recorte da fotografia que você encontra abaixo. Sem dúvidas, uma qualidade superior a imagens de muitas câmeras fotográficas encontradas no mercado atualmente.

Imagem original (Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

Fazendo alguns contornos

O grande problema em fotografar com o Lumia 1020, na verdade, não vem do aparelho em si, mas de algumas limitações de seu sistema operacional. Não é novidade que o Windows Phone carece de aplicativos e, embora sua loja não chegue a ser precária (são mais de 120 mil apps), alguns aplicativos básicos ainda podem fazer muita falta.

Durante todo o tour em Londres, muitos participantes trocavam a mesma preocupação: “É sensacional, mas eu adoraria postar tudo isso no meu Instagram”. Infelizmente, o aplicativo oficial da rede ainda não foi disponibilizado no sistema. Por conta disso, muitas pessoas acabam não sabendo da existência de outros métodos para a interação com os serviços da rede social. É o exemplo do aplicativo 6tag. 

Imagens profissionais, feitas por profissionais

Após o passeio, era hora de conferir uma exposição de dois dos maiores fotógrafos de moda da história. Em um barracão descolado ao norte do rio Tâmisa, reuniram-se jornalistas, entusiastas de tecnologia e figuras do Fashion Week londrino, que começaria no dia seguinte. Ali, todos esperavam pela presença de David Bailey que pela primeira vez trabalhou ao lado de Bruce Weber, ambos ícones da fotografia, um inglês e outro americano.

Imagem de Bruce Weber feita com o Lumia 1020 exposta em Londres (Fonte da imagem: Caroline Hecke/Tecmundo)

Na experiência proposta pela Nokia, Weber e Bailey saíram às ruas de Nova York apenas com seus Lumias na mão – algo bastante inusitado para dois profissionais de peso da era analógica. O resultado foi visto na exposição e deixou claro o potencial do aparelho nas mãos de quem entende do assunto.

Bônus: a rede 4G

Durante o evento, o Lumia 1020 veio acompanhado de um chip da Telefônica com o objetivo de testar também a supervelocidade do 4G da companhia (que funciona no Reino Unido por meio da rede da O2), e podemos dizer que a velocidade realmente impressiona. Pouquíssimos segundos são necessários para concluir o download de arquivos com mais de 5 MB.

A promessa da Telefônica é que um sistema de qualidade semelhante esteja disponível no Brasil por meio da Vivo, com um rede muito mais eficiente e veloz do que as possibilidades disponíveis atualmente no país.

O Nokia Lumia 1020 chega ao mercado brasileiro em outubro e, embora seu preço ainda não tenha sido revelado, já se sabe que o gadget terá exclusividade de vendas da Vivo (Telefônica), algo que surgiu de uma parceria entre a empresa com Microsoft e Nokia.

Segundo Chris Weber, o objetivo atual da Nokia é entregar uma série de experiências de qualidade para públicos diferentes, com necessidades e possibilidades financeiras diferentes, algo que pode ser alcançado com as novas parcerias da companhia.

Se você gostou das funcionalidades do aparelho, fique ligado no Tecmundo para mais novidades. Em breve, você poderá conferir um review completo e descobrir todos os pontos positivos e negativos do Lumia 1020.

Atualização

Conforme apontado pelos leitores, há programas e soluções alternativas para o uso do Instagram no sistema operacional Windows Phone. O texto foi ajustado para deixar clara a questão, uma vez que mesmo sem o aplicativo oficial é possível publicar conteúdo na rede social de fotografias.

*O Tecmundo viajou a convite da Nokia

Cupons de desconto TecMundo: