O G402 Hyperion Fury foi incumbido de uma tarefa bastante difícil pela Logitech. A fabricante não somente promete que esse é um mouse ótimo para o gênero FPS, mas também o oferece como a opção mais rápida de qualquer categoria — algo que, em um primeiro momento, parece impossível quando levamos em consideração o sensor de 4.000 DPI empregado em sua construção.

No entanto, o dispositivo consegue cumprir facilmente essa tarefa graças a uma solução conhecida como “Fusion Engine”. Combinando um acelerômetro e um giroscópio a um sensor convencional, a empresa conseguiu criar um mouse que combina velocidade, precisão e conforto.

Tivemos a oportunidade de testar o modelo tanto na realização de tarefas cotidianas quanto em games como Overwatch e DotA 2. O resultado de nossos testes você confere no decorrer desta análise, mas já podemos adiantar que, no cenário atual de “mouses gamers”, é difícil encontrar uma relação de valor e benefício melhor que a oferecida pelo G402.

Design

Construído especialmente para destros, o G402 possui um visual ligeiramente “inclinado” que pode parecer estranho em um primeiro momento. No entanto, basta lidar com ele por alguns momentos para perceber que o formato escolhido é destinado a acomodar a maneira natural como seguramos um mouse.

Embora não possa ser considerado um mouse grande, o Hyperion Fury possui área suficiente para agradar quem tem a pegada “palm”. O perfil pode ser considerado médio, o que significa que ele também é adaptado a quem costuma segurar dispositivos do tipo no formato “claw”, se mostrando confortável inclusive para os que preferem o estilo “fingertip”.

A lateral esquerda possui uma pequena reentrância na qual você pode repousar o dedo opositor de forma confortável e também concentra cinco botões programáveis. Como padrão, dois desses botões são destinados a mudanças de níveis de DPI pré-configurados, enquanto um deles (o mais acessível) aciona a configuração menos sensível — algo adequado aos momentos em que você está mirando com uma arma de alta precisão em um FPS.

O dispositivo opta por um acabamento discreto na cor preta, e o elemento de destaque é o “G” iluminado. Essa parte pode ser configurada para exibir um efeito de “respiração”, para se manter constantemente acessa ou para ficar apagada — independente do caso, o efeito estético é interessante e não incomoda os olhos.

Software

Embora seja possível usar o G402 Hyperion Fury sem nenhuma configuração adicional, recomendamos baixar o software proprietário da Logitech para tirar real proveito do dispositivo. Através do aplicativo, você pode ajustar diferentes níveis de DPI, modificar a função desempenhada pelos botões e modificar o sistema de iluminação usado pelo mouse.

Além de poder configurar múltiplos perfis armazenados em seu computador, o software possibilita salvar uma configuração dentro da memória interna do mouse. Isso é especialmente interessante para quem costuma levar seu acessório de um lado para outro e não pode (ou não deseja) baixar o sistema de configuração da fabricante várias vezes.

Outros recursos oferecidos pelo software incluem um “mapa de calor” que indica as áreas do monitor com maior atividade e os botões mais adicionados. Para completar, uma função exclusiva ao Hyperion Fury permite medir sua velocidade de movimento em dois momentos: com o sistema Fusion Engine ligado ou com ele desligado, prova da confiança da Logitech no bom desempenho de seu produto.

Desempenho

O G402 Logitech Hyperion Fury é um dos mouses mais precisos a que já passaram pela redação do TecMundo. Não somente ele consegue manter um desempenho estável em grandes velocidades, como não tem as perdas de sinais bem conhecidas por quem está acostumado a lidar com produtos que prometem ser especializados em FPS.

Graças à tecnologia Fusion Engine, o mouse é capaz de atingir velocidades de até 500 ips (polegadas por segundo), enquanto produtos com sensores mais sensíveis geralmente se limitam a 300 ips. Isso é possível graças ao uso de um giroscópio e de um acelerômetro que são capazes de compensar com precisão impressionante os movimentos do gadget quando o sensor principal não consegue fazê-lo.

Isso faz com que o G402 não perca noção do posicionamento desejado pelo jogador mesmo que ele levante o produto de uma superfície durante sua jogatina. Assim, o acessório é adequado tanto para jogos de tiro quanto para gêneros que exigem movimentos rápidos e precisos, como MOBAs e games de estratégia em tempo real (como StarCraft II).

Tudo isso pouco serviria não fosse o fato de que o dispositivo é bastante confortável, mesmo após longas horas de jogatina. Independente da maneira como você segura seu mouse, o Hyperion Fury cumpre bem o papel de ser uma solução que não vai causar cansaço ou dor a seus dedos ou ao seu pulso.

Vale a pena?

Vendido no Brasil pelo preço médio de R$ 200, o G402 Hyperion Fury da Logitech é sem dúvida um mouse a se considerar na hora de equipar seu PC. Embora o preço não seja exatamente o mais acessível do mercado, o valor investido garante a você um mouse com bom desempenho, conforto e durabilidade.

Não se deixe enganar pelo fato de a fabricante vender o produto como algo especializado no gênero FPS: além de atuar muito bem nesse estilo de jogo, o acessório é uma opção adequada tanto para quem joga outros tipos de games que exigem precisão ou até mesmo para quem só quer realizar atividades cotidianas.

Nossa única crítica ao produto é o fato de que seu repouso lateral poderia ser um pouco maior, o que melhoraria ligeiramente sua pegada. No entanto, esse é um detalhe menor quando levamos em consideração o que o dispositivo tem a oferecer — em outras palavras, caso você tenha a oportunidade de testar o Hyperion Fury, dificilmente vai se arrepender de ter feito isso.

Cupons de desconto TecMundo: