Um dos modelos de cartões oferecidos pela Linux Foundation

Fonte: Linux Foundation

A Linux Foundation, consórcio sem fins-lucrativos criada em 2007, anunciou o lançamento de um cartão de crédito para os consumidores geeks e fãs do sistema operacional criado por Linus Torvalds, o Linux.

Sob a bandeira da Visa, o cartão é uma parceria entre a Linux Foundation, o banco UMB e a empresa CardPartner, responsável por diversas campanhas semelhantes com o objetivo de arrecadar fundos para organizações não governamentais.

Além de poder posar com a mascote do Linux na carteira, o pinguim Tux, o usuário ajudará a Linux Foundation. A organização recebe 50 dólares para cada cartão de crédito desbloqueado. Além disso, uma porcentagem de cada compra efetuada com o cartão também é revertida em prol da divulgação e do financiamento de projetos de código aberto.

Não é a primeira vez que um cartão deste tipo aparece. Em 1999, a LinuxFund, uma organização criada com o intuito de arrecadar fundos para projetos opensource,  lançou uma iniciativa semelhante.

Ainda em atividade, a iniciativa já arrecadou mais de 700 mil dólares desde o seu lançamento, e hoje financia projetos como o Inkscape, Gnash, PCB e o Lives. Entre os nomes ajudados pela LinuxFund no passado estão o software de modelagem Blender, a distribuição Debian e muitos outros.

Cartão da LinuxFundCartão da BSDFund

Fonte: LinuxFund

A mesma estratégia também já foi usada pela comunidade de outro sistema operacional inspirado no UNIX e que, desde 1991, caminha em direção ao software livre, o BSD. Em vez do Tux, o cartão fornecido pelo BSDFund traz o famoso diabinho estampado, também apelidado de Beastie.

De acordo com a seção de Perguntas e Respostas no site da Linux Foundation, a organização tem conhecimento das outras iniciativas e conta que o cartão foi criado a pedido de pessoas que gostariam de outra forma de colaborar com a  organização. Além disso, o cartão está disponível em dois modelos diferentes e não possui taxa de anuidade.

Cupons de desconto TecMundo: