A Intel declarou durante a Computex 2013 que a próxima geração de aparelhos será 2 em 1. Em vez de carregar um tablet e um notebook durante o dia a dia, a proposta é que um único dispositivo possa resolver todos os seus problemas, se tornando um tablet para os momentos de lazer ou um notebook para quando você for trabalhar.

Entretanto, não será preciso esperar a próxima geração para conferir esse tipo de novidade. Os modelos atuais disponíveis no mercado, mesmo com configurações mais simples, já conseguem suprir essa necessidade do consumidor. É o caso do LG SlidePad H160, modelo que pode ser considerado “de entrada” dentro dessa categoria.

Testamos o notebook conversível da empresa sul-coreana, e o resultado da nossa análise é o que você confere agora.

LG SlidePad H160: especificações

  • Sistema operacional: Windows 8
  • Tela: LED IPS touch de 11,6 polegadas
  • Resolução: 1366x768 pixels
  • Processador: Intel Atom Z2760 de 1,8 GHz
  • RAM: 2 GB
  • SSD: 64 GB (compatível com cartão micro SD)
  • Câmera frontal: 2 megapixels
  • Entradas: USB 2.0 (1), micro USB (1) e HDMI (1)
  • Peso: 1.050 gramas
  • Bateria: autonomia de até 12 horas
  • Preço médio: entre R$ 2.250 e R$ 2.500

Aprovado

Leveza acima de tudo

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A primeira característica que chama a atenção positivamente do produto é o seu peso: o SlidePad H160 tem pouco mais de um quilo. Se formos analisá-lo como um tablet, o peso fica acima da média, mas aqui estamos falando de um conversível, com teclado incluído. Dessa forma, o peso de todo o conjunto acaba se tornando uma grata surpresa.

Ideal para ser levado para qualquer lugar, o aparelho vem ainda com uma capa em couro para protegê-lo durante o transporte. Com espessura fina, certamente no quesito mobilidade o aparelho cumpre muito bem o seu papel, servindo tanto para o trabalho quanto para o lazer.

Ele não dobra, ele desliza!

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

O design no estilo “slide” não é uma novidade e nem uma invenção da LG. Entretanto, ele parece ser uma das maneiras mais inteligentes e lógicas de se apresentar um produto conversível. A palavra “portátil” se aplica com muita propriedade ao H160 e é agradável conferir a transição suave do produto de tablet para notebook.

O design de construção em plástico, nas cores branca e cinza, também se mostra sóbrio e elegante. Extremidades emborrachadas impedem o desgaste do plástico nos pontos em que há junção da parte traseira da tela com a parte superior do teclado.

Tela com ótima resposta

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A tela do SlidePad H160 é LED com painel IPS. Isso garante uma boa qualidade de imagem, o suficiente pelo menos para reproduzir a resolução de 1366x768 pixels sem nenhum tipo de problema. A resposta aos toques na tela é precisa e, mesmo nos momentos em que há algum tipo de atraso ou travamento, a culpa recai exclusivamente sobre o software.

Os controles de brilho e luminosidade são eficientes, e mesmo contra o sol ou contra a luz as condições de visibilidade não deixam a desejar em nada. Porém, falta do recurso de acesso rápido a esse tipo de controle, uma vez que não há a opção disponível no teclado ou na carcaça do aparelho.

Áudio claro e limpo

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

As duas caixas de som estão posicionadas na base do aparelho, mais precisamente acima do teclado. Em modo tablet elas ficam cobertas, o que faz com que o som se torne um pouco mais abafado. Entretanto, com o aparelho em modo notebook, o posicionamento se mostra adequado.

A distinção entre graves e agudos é limpa e cristalina e, mesmo com o volume em níveis máximos, há pouca distorção. Mesmo no modo tablet, o abafamento sonoro não é suficiente para tornar esta uma característica ruim do produto. Os controles de volume estão localizados na lateral do aparelho, sendo fácil acessá-los em qualquer um dos dois modos.

Duração de bateria

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A duração de bateria é outro grande triunfo do SlidePad da LG. De acordo com as informações fornecidas pelo fabricante, o aparelho é capaz de suportar até 12 horas ininterruptas de funcionamento. Em nossos testes, porém, não conseguimos chegar a esse número, mas ainda assim obtivemos um excelente desempenho.

Com uso moderado, tendo WiFi habilitado e acessando emails, editor de texto e redes sociais, foi possível trabalhar durante nove horas com o aparelho. Já quando exigimos um pouco mais, executando vídeos em alta resolução, esse tempo caiu para pouco mais de cinco horas.

Reprovado

Encaixes não muito firmes

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

A função “slide” é certamente um recurso inteligente para um modelo conversível. Deslizar a tela para revelar o teclado poupa muito espaço e denota um design moderno. Entretanto, para que essa característica seja de fato eficiente, é preciso redobrar a atenção com o acabamento final e os detalhes.

No caso do SlidePad H160 o maior problema fica por conta dos encaixes. Quando fechado, em formato tablet, os encaixes não se mostram muito firmes – a menos que você force as duas laterais para um encaixe perfeito. Um mau encaixe, bastante comum na movimentação do dia a dia, faz com que o aparelho possa “abrir” a qualquer momento, situação que enfrentamos com frequência.

Quando aberto, o problema recai sobre os suportes que seguram a tela em posição inclinada. Basta balançar um pouco o aparelho para ver que a tela não está firme, muitas vezes ficando sujeita até mesmo às trepidações por conta da digitação do teclado.

Um tablet com algo a mais, um notebook com algo a menos

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Pense no LG SlidePad H160 como um tablet e você estará diante de um modelo muito eficiente. A resposta aos comandos na tela é precisa e a usabilidade do produto nesse sentido é praticamente perfeita. Além disso, ele vem com um acessório importante: um teclado. Entretanto, é justamente nele que reside outro problema do produto.

Vendido com um híbrido, é natural que o consumidor pense que, quando quiser, estará diante de um notebook completo. Porém, a falta de um touchpad ou ainda de uma trackpad pode ser uma decepção para muitas pessoas. De fato, a tela touch supre boa parte das funções que seriam naturais a um mouse.

Contudo, ainda assim, em muitos momentos você vai ficar com sensação de que falta alguma coisa. As teclas pequenas são uma característica do produto e não podem ser apontadas como um ponto negativo. Porém, a impossibilidade de controlar certas funções a partir do teclado, como volume e brilho, tornam essa característica um pouco frustrante.

Desempenho frustrante em tarefas simples

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Por conta das suas configurações, sabemos que esse não é um produto voltado para tarefas que requeiram maior capacidade de processamento. Entretanto, ficamos surpresos com pequenos travamentos em atividades que podem ser consideradas simples, como ampliar a janela de um navegador ou ainda executar um vídeo em Full HD.

No primeiro caso, a demora para ampliar manualmente uma janela pode ser conferida com muita nitidez. O movimento do browser simplesmente não acompanha a velocidade do toque dos dedos. Já no segundo caso, assistir a um vídeo em 1080p se tornou um passatempo desagradável por conta da falta de fluidez mesmo com o vídeo já carregado.

Vale a pena?

Sem sombra de dúvidas, os modelos híbridos vieram para ficar. Nos próximos meses, o mercado brasileiro deve receber diversos outros aparelhos do gênero, muitos deles com configurações robustas.

Definitivamente não é o caso deste LG SlidePad H160, um híbrido entre tablet e notebook voltado para aqueles que querem entrar já neste segmento, mas ainda não estão dispostos a arcar com os altos preços que os produtos da categoria devem apresentar por aqui.

O aparelho tem processador Intel Atom Z2760 de 1,8 GHz, 2 GB de RAM e SSD de 64 GB. A configuração é mais do que suficiente para você utilizar as funções de um tablet, mas deixa um pouco a desejar quando o assunto é usar o seu computador em modo notebook.

A ausência de um trackpad ou touchpad obriga o usuário a acessar alguns recursos somente via tela sensível ao toque, o que torna a experiência de uso do notebook incompleta. Também ficamos frustrados em perceber um desempenho abaixo da média na execução de funções simples, como a ampliação de uma janela do navegador.

Custando cerca de R$ 2.500, o modelo pode ser considerado “de entrada” na categoria “2 em 1”. Se por um lado ele está com um preço acessível para o segmento, por outro ele deixa a desejar por oferecer pouco para o seu valor. Claramente, aquele que investir em um produto como esse está pagando pela mobilidade e pela possibilidade de ter dois tipos de aparelhos em um único gadget.

Ainda assim, não há como negar que o LG SlidePad H160 é uma boa alternativa para quem utiliza o computador para tarefas simples, como estudantes que precisam acessar a internet e utilizam editores de texto ou executivos que precisam acessar sua conta de email e editar planilhas e apresentações.

Cupons de desconto TecMundo: