A linha G Pad de tablets não é exatamente uma novidade. A empresa já havia lançado no ano passado outro modelo no segmento, mas tinha como foco configurações mais robustas. Entretanto, no final das contas o produto não conseguiu ser competitivo no mercado e acabou não emplacando tanto assim.

Para 2014, a LG decidiu renovar a linha G Pad, tornando os aparelhos mais populares. A versão V400, por exemplo, chega às lojas por um preço mais acessível e traz especificações intermediárias, mas suficientes para colocá-lo entre as opções mais interessantes da categoria no momento. As nossas impressões sobre o novo G Pad 7.0 são o que você confere nesta análise.

Design

Não há muita inovação em termos de design no LG G Pad 7.0. O visual, lembra muito o de outros modelos da mesma faixa de preço, como o Memopad, da ASUS. Entretanto, o fato de não haver novidades nesse sentido não é um ponto negativo, pelo contrário. O design é agradável e o modelo se mostra bastante leve nas mãos.

As bordas laterais tem cerca de 1 centímetro de espessura e as bordas superior e inferior chegam aos 2 centímetros. Na lateral direita estão os controles de volume e o botão power. Na parte de baixo há ema entrada para o cabo micro USB e na parte superior estão as entradas para fone de ouvido e cartão micro SD.

Além disso, o modelo conta com sensor infravermelho, permitindo que você o utilize como controle remoto para os seus eletrônicos. A tampa traseira não é removível e o acabamento é em plástico fosco, o que deixa a superfície bastante lisa, um risco para quem costuma segurar o tablet com apenas uma das mãos.

Tela

A qualidade da tela é um ponto em que o tablet da LG não deixa a desejar. A resolução de 1280x800 pixels é suficiente para a exibição de boa parte dos conteúdos, de forma que o aparelho é recomendado para aqueles que gostam de jogos ou assistem a muitas séries e filmes.

Sob a luz intensa ou mesmo no sol, as condições de visibilidade do tablet são boas e há pouca incidência de reflexos. A resposta aos toques é também extremamente satisfatória. O modelo é compatível ainda com o recurso KnockOn, que permite que ele seja ligado e desligado com toques na tela.

Desempenho e interface

Padronizando a interface que já está presente no LG G3, o LG G Pad 7.0 não escorrega em termos de desempenho por conta de sua interface. A transição entre telas é fluída e a troca entre apps não apresentou nenhum tipo de travamento em nossos testes.

Mesmo em jogos que requerem um poder gráfico maior, como Injustice e GT Racing 2, rodam com tranquilidade no tablet da empresa sul-coreana. Sendo assim, mesmo que o aparelho não oferte um desempenho tão bom quanto o de outros produtos com maior capacidade de processamento, em linhas gerais é possível rodar quase tudo que está disponível na Play Store sem se incomodar.

Duração de bateria

Em nossos testes, a duração de bateria foi um dos pontos fortes do tablet da LG. Utilizando o produto de forma moderada, com acesso a internet via WiFi para leitura de emails, execução de apps de redes sociais, uso da câmera e até mesmo rodar alguns jogos, foi possível passar quase dois dias com o aparelho ligado sem a necessidade de recarregar a bateria.

Já em um modo de uso mais frequente, com exibição de filmes e séries via Netflix, pouco mais de seis horas foram suficientes para esgotar por completo a bateria do tablet. Comparado aos seus concorrentes, o modelo está dentro da média esperada, de forma que garante tranquilidade para o consumidor, que pode sair de casa tranquilo pela manhã sem o carregador e voltar à noite ainda com carga no aparelho.

Câmeras

Em um tablet, as câmeras não costumam ser itens tão exigidos pelos consumidores e, por conta disso, poucos fabricantes dão atenção a este item. No caso do LG G Pad 7.0, não espere nada além do básico nesse quesito. A câmera frontal tem resolução de 1,3 megapixel enquanto a câmera traseira chega aos 3,1 megapixels.

A qualidade é mediana mesmo se comparada com a de outros modelos da mesma categoria, uma vez que é comum encontrarmos aparelhos com resolução de pelo menos 5 megapixels. Contudo, o resultado final acaba funcionando como um bom quebra-galho e certamente vai suprir as suas principais necessidades. Se você espera algo além disso no seu tablet, então o G Pad 7.0 não é uma boa escolha.

Qualidade de áudio

O tablet da LG não vem acompanhado por fones de ouvido, mas essa é uma característica bastante comum em aparelhos da mesma faixa de preço. Já em se tratando do som ambiente do G Pad 7.0, o resultado é eficiente. Há dois speakers localizados na parte traseira do produto e, pelo menos um deles, acaba ficando recoberto quando o aparelho é segurado na horizontal.

Vale a pena?

Renovar a linha G Pad e tornar o produto mais acessível para os consumidores parece ter sido uma decisão acertada da LG. Se antes o modelo apresentava configurações intermediárias e um preço pouco competitivo, agora o tablet traz especificações mais simples e objetivas, mas chega às lojas por um valor médio entre R$ 500 e R$ 600.

Com bateria de boa qualidade, tela satisfatória e um design bastante ergonômico, o tablet se revela uma agradável surpresa, suprindo as necessidades da maioria dos consumidores. Por outro lado, quem procura uma câmera de boa qualidade ou configurações mais robustas para jogos pode acabar se decepcionando.

Se você está em busca de um modelo básico, bastante portátil e com boa relação custo-benefício, certamente vale a pena considerar o aparelho da LG na sua lista de aquisições. Por outro lado, se você procura um modelo que esteja entre os mais potentes do mercado, é melhor buscar outras alternativas.

Cupons de desconto TecMundo: