Atual líder de mercado mundial no segmento de computadores pessoais, a Lenovo se destaca ao apresentar uma vasta gama de opções, incluindo notebooks para diferentes propósitos.

Um dos trunfos da marca é apostar em modelos básicos, que entregam boa performance para as tarefas cotidianas e boa qualidade de construção para maior durabilidade.

Seguindo esta prática, a fabricante apresenta notebooks renovados para a linha IdeaPad. Os mais recentes produtos trazem hardware atualizado e recursos que prometem uma experiência completa para quem busca uma máquina focada em atividades multimídia.

Pensando no público que quer conhecer um pouco mais seus novos notebooks, a Lenovo nos enviou o IdeaPad 310 para uma análise em detalhes. Nós recebemos o modelo 80UH0003BR, que tem tela de 15 polegadas e uma configuração equilibrada. Confira as especificações:

Especificações

Design moderno

O Lenovo IdeaPad 310 não é o primeiro notebook da marca que usamos intensamente; já tivemos contato com outros modelos lançados no passado. Com base nisso, podemos dizer que a marca tem feito um bom trabalho no quesito design de seus produtos.

Fica bem evidente que os mais recentes laptops da fabricante chinesa apresentam identidade própria. Com alguns simples conceitos, o design se distancia do genérico e chega com uma proposta única, o que deve garantir ainda mais sucesso para a marca em relação às concorrentes.

No caso do produto que testamos, detalhes como as costuras no acabamento das laterais, a superfície com uma pegada emborrachada e as curvas mais suaves — tanto nos cantos quanto no teclado — criam uma composição moderna e diferenciada.

O design deste IdeaPad não é extravagante, já que essa não é a proposta dessa linha, mas ele ainda se mostra superior ao de alguns notebooks similares de outras marcas, que apostam somente no plástico. A tampa apresenta a logo discreta em uma posição descentralizada.

O interior se destaca, graças à disposição bastante funcional dos elementos. Próximo à tela, em local de fácil acesso, está o botão de energia. Na parte inferior, o touchpad da mesma cor da carcaça fica quase que centralizado com a barra de espaço do teclado.

Falando nisso, quase ao centro, há um leve declive para o teclado, que conta com teclas bem espaçadas, muito boas para digitação constante. Este Lenovo também tem teclado numérico, que é muito prático no dia a dia daqueles que trabalham com planilhas.

Nas laterais, as conexões ficam facilmente acessíveis. Vale mencionar, contudo, que ele tem apenas uma porta USB 3.0. A unidade óptica para gravar e ler DVDs e CDS chama a atenção na lateral, um componente que até faz sentido se pensarmos na proposta do produto, que é servir como um modelo versátil que dá também o suporte para tarefas multimídia.

Bom, ainda que o visual seja caprichado, ficamos um tanto desapontados com a questão do peso. O Lenovo IdeaPad não é o modelo mais pesado da categoria, mas seus 2,1 kg ainda são consideráveis para quem pretende levá-lo de um lado para outro na mochila.

Tela quase lá...

Notebooks básicos não são feitos para levar a melhor experiência de uso ao consumidor, uma vez que a missão é apenas dar o suporte mínimo para as tarefas rotineiras. Nesse sentido, a presença de uma tela com resolução HD deste notebook não é algo problemático, já que ela serve perfeitamente para o uso do sistema e dos principais apps e conteúdos.

É claro que um display de quase 16 polegadas já pode apresentar alguma distorção de qualidade por conta da resolução baixa, mas não temos reclamações nesse sentido. Todavia, pensando em qualidade geral de imagem, a tela do IdeaPad 310 pode ser um tanto decepcionante por questões de tecnologia e reprodução de imagem.

A retroiluminação LED é suficiente para entregar bom nível de brilho, mas contraste e fidelidade de cores certamente não são o forte do produto. Não estamos falando de distorções absurdas, porém não espere curtir filmes com uma qualidade estonteante, pois há sim alguns desajustes de cores que podem incomodar em certas situações.

Além disso, é válido ressaltar um inconveniente — já recorrente em modelos dessa faixa de preço — quanto à distorção de cores em decorrência da angulação da tela. Basicamente, o display muda completamente o colorido quando inclinamos a tampa, sendo impossível distinguir o conteúdo em ângulos obtusos.

Desempenho razoável

Apesar de o modelo básico da linha IdeaPad 310 ter características bastante próximas de um notebook de entrada, o dispositivo que recebemos para testes já se mostrava diferente pela configuração de hardware um pouco mais robusta.

Equipado com Intel Core i5-6200U e 8 GB de memória RAM, a versão que avaliamos deu conta tranquilamente de rodar o sistema com rapidez e gerenciar múltiplos aplicativos. O processador de dois núcleos consegue executar quatro threads simultaneamente, realizando cálculos com rapidez graças ao clock que chega a 2,8 GHz em modo turbo.

A inconsistência em performance se dá em outro componente: o disco rígido. É claro que uma máquina desse porte dificilmente teria um drive de estado sólido, então já era de se esperar uma queda de performance por conta do dispositivo mecânico.

Contudo, ocorre que o HD que trabalha a 5,4 mil rotações por minuto se mostrou muito problemático ao atrasar bastante o carregamento do sistema e dos aplicativos. Até mesmo ao despertar do modo de suspensão, o computador demora um tanto para entrar em sintonia.

Felizmente, pensando na questão multimídia, o Lenovo IdeaPad que testamos se mostrou bem preparado para vídeos e games simples. O chip gráfico é o Intel HD Graphics 520, que pode operar com frequência de até 1 GHz, o que incrementa a execução de gráficos. Não espere grandes resultados em títulos recentes, mas é possível rodar alguns jogos da loja do Windows.

Som na medida

Seguindo a tendência de algumas marcas, a Lenovo instalou os componentes sonoros na parte inferior do notebook, de modo que as peças não atrapalham na composição visual e ainda entregam resultados satisfatórios.

Os alto-falantes de tamanho reduzido entregam potência de até 3 watts somados, o que é bastante comum para notebooks dessa faixa de preço. O áudio do IdeaPad 310 é satisfatório, com uma boa regulagem entre agudos, médios e graves.

Obviamente, por conta das limitações, o notebook restringe um tanto os sons de baixa frequência, então não espere nada surpreendente para músicas eletrônicas. Por outro lado, a tecnologia Dolby garante um som bem rico em detalhes, o que se mostra perfeito para curtir filmes.

Bateria bem fraca

Apesar do capricho em vários aspectos, a Lenovo parece ter deixado a bateria em segundo plano. O resultado é que o IdeaPad 310 não entrega energia suficiente para mais do que três ou quatro horas de uso constante, mesmo que a tela esteja com o brilho regulado em nível intermediário.

Se você pretende rodar filmes em DVD, curtir vídeos na Netflix ou realizar outras tarefas pesadas, a bateria talvez não chegue nem a durar três horas, pois o consumo de energia sobe consideravelmente. O negócio é andar sempre com o carregador na mochila, o qual também não efetua a recarga com tanta rapidez.

Vale a pena?

O Lenovo IdeaPad 310 é um notebook que entrega o que é prometido. Ficamos bastante satisfeitos com a proposta de design, um tanto incomum para o segmento. Com áudio robusto e tela avantajada, ele se destaca ao entregar um conjunto bem adequado para tarefas multimídia.

Focado nas tarefas básicas, o modelo analisado surpreendeu ao rodar vários softwares simultaneamente e com muita rapidez. É claro que não estamos falando de um computador para apps de tratamento de imagem ou jogos, então não espere muita performance para esse tipo de situação.

A versão básica do Lenovo IdeaPad 310, que tem processador mais simples e metade da memória RAM, chega com preços camaradas, na casa dos R$ 1,6 mil a R$ 1,8 mil. O modelo que testamos já é um pouco mais caro, na faixa dos R$ 2,1 mil, valor justificado pelos upgrades, mas que talvez ainda seja um tanto salgado por conta de alguns inconvenientes que constatamos durante a análise.

A tela de qualidade razoável, a presença de um HD um tanto limitador no desempenho e a bateria de baixa autonomia são aspectos que nos incomodaram bastante. Se você busca um notebook básico e quer qualidade, este Lenovo pode ser uma boa opção, mas é válido já pensar em uma atualização para um drive de estado sólido.

Cupons de desconto TecMundo: