(Fonte da imagem: Reprodução/Mercury News | LEGO)

Thomas Langenbach, um executivo do Vale do Silício, foi preso por utilizar etiquetas falsas na compra de produtos em lojas da rede Target. O homem trabalhava com uma companhia de softwares chamada SAP e aproveitou as ferramentas que tinha para criar códigos de barras, os quais eram colados em caixas de LEGO e adquiridos por preços muito baixos.

Segundo a notícia do Mercury News, foram encontradas centenas de caixas de LEGO na casa de Langenbach — uma residência que vale 2 milhões de dólares. “Ele vendeu 2.100 itens durante um ano no eBay, e fez 30 mil dólares. O motivo seria dinheiro, mas para que ele queria o dinheiro? Eu não sei”, relatou Liz Wylie, representante da polícia de Mountain View.

Fonte: Mercury News

Cupons de desconto TecMundo: