LEDs mais eficientes daqui para frente?Fonte da Imagem: NCSU News/Lukasz Tylec

Pesquisadores da North Carolina State University, nos Estados Unidos, desenvolveram uma técnica que reduz os defeitos do nitrato de gálio e, consequentemente, torna LEDs mais eficientes.

Iluminação LED utiliza pequenos filmes de nitrato de gálio para criar a estrutura de diodos que produz a luz. De acordo com o anúncio da universidade, a nova técnica reduz os defeitos desses filmes em duas ou três ordens de magnitude.

Esses defeitos são pequenos deslocamentos na estrutura cristalina dos filmes de nitrato de gálio. Os deslocamentos percorrem o material até atingir a superfície. Os pesquisadores, então, adicionaram espaços vazios no filme para que esses defeitos não se espalhem.

“Isso aumenta a qualidade do material que emite a luz”, afirma Salah Bedair, professor de Engenharia Elétrica e de Computadores na universidade e coautor da pesquisa. O texto com os resultados foi publicado online no último dia 17 de janeiro, no semanal "Applied Physics Letters".

Cupons de desconto TecMundo: