(Fonte da imagem: Reprodução/DARPA)

A DARPA, agência de pesquisas avançadas dos órgãos de defesa norte-americanos, criou uma comunidade científica para alavancar o desenvolvimento de lasers que tenham pulsos com duração temporal extremamente curta – uma tecnologia que pode ter aplicações formidáveis, como radares com precisão e alcance impressionantes; e máquinas de raio X capazes de modelar o corpo humano em 3D e capturar imagens dos núcleos, ribossomos e outros componentes das células.

A ideia é reunir cientistas especialistas em radiação e outras áreas correlatas para propor novos e mais eficientes métodos de controlar o espectro eletromagnético por meio de pulsos de laser ultravelozes operados através de ondas ópticas. A iniciativa faz parte de um projeto chamado PULSE (sigla para Program in Ultrafast Laser and Engineering).

Fonte: DARPA

Cupons de desconto TecMundo: