Ponteiros laser podem facilitar comunicação no futuro (Fonte da imagem: Wikipedia)

Pesquisadores de Taiwan têm trabalhado com um sistema de comunicação de luz visível (VLC) construído com simples ponteiros laser. A princípio, esse tipo de link é capaz de transportar informações a uma velocidade de 500 Mbps, mas, ao trabalhar com a multiplexação de sinais, a taxa de transferência sobe para 1 Gbps.

Outra característica marcante da comunicação via laser diz respeito à baixa taxa de erros, se comparada com a do Wi-Fi. De acordo com o The Verge, os lasers perdem 1 bit a cada 1 bilhão de bits em comunicações com até 10 metros de distância, graças ao uso de filtros e outros equipamentos. Sem o uso desses artifícios, a taxa de erro se equipara com a do Wi-Fi: 1 a cada 100 mil bits. Para ter uma ideia, a troca de dados via Bluetooth, a uma distância máxima de 10 metros, perde 1 a cada mil bits.

Uma alternativa às ondas de rádio

A comunicação por laser é feita a partir do espectro visível da luz, que não interfere com outros sistemas de comunicação, tornando-a ideal para casos em que as transmissões via rádio são proibidas por razões de segurança, como em aviões ou escritórios governamentais.

De certa forma, a pesquisa é um pouco parecida com a internet wireless transmitida por LEDs, noticiada pelo Tecmundo dois anos atrás. Porém, o laser, como é de se esperar, não pode iluminar o ambiente. Assim, seria necessário ainda ter um sistema de iluminação comum além da internet via laser, a menos que a pessoa não se importe de trabalhar no escuro.

Cupons de desconto TecMundo: