Um enorme navio se aproxima da costa norte-americana sem permissão, criando um clima de insegurança na população. Contudo, antes que as pessoas comecem a correr desesperadas em meio a um ataque inimigo, uma embarcação da Marinha dispara um raio laser e coloca um fim na ameaça. Parece absurdo? Pois as Forças Armadas dos Estados Unidos acham que esse tipo de arma pode existir em pouquíssimo tempo.

Embora pareça algo de ficção-científica ou de um filme futurista, o departamento de Pesquisa Naval da Marinha norte-americana afirmou que um canhão laser pode se tornar realidade em apenas quatro anos. Mais do que isso, esse armamento começará a ser fabricado ainda em 2012 — mais especificamente entre os meses de maio e junho, como afirmou um dos responsáveis pelo projeto, Mike Deitchman, ao site Wired.

Segundo Deitchman, a Marinha já comprovou que esse tipo de canhão laser realmente funciona, disparando nada menos do que 14 quilowatts de luz concentrados em um único ponto. Contudo, em vez de criar uma espécie de sabre de luz que corta e explode tudo em seu caminho, o raio disparado consegue apenas fazer com que a temperatura se eleve rapidamente a ponto de fazer com que o alvo entre em combustão — como pode ser visto no vídeo acima.

Na prática, essa arma serviria para incendiar navios inimigos antes que eles pudessem realizar algum tipo de ataque, por exemplo. De acordo com o representante da Marinha, a ideia é elevar a potência do laser para mais de 100 quilowatts, o que faria com que o disparo fosse capaz de atingir e incendiar uma estrutura de aço com 6 metros de espessura.

Deitchman também explica que a tecnologia foca sua luz em um objeto sólido, como um cristal ou até mesmo fibra ótica, o que dá mais liberdade para os engenheiros trabalharem com o tamanho do equipamento. Segundo ele, o chamado Laser de Elétron Livre, embora mais potente, não é tão simples de modificá-lo a ponto de transformá-lo em uma arma de bordo.

Agora é uma questão de tempo para inventarem um sabre de luz que funcione de verdade.

Cupons de desconto TecMundo: