Ampliar (Fonte da imagem: Wired)

Uma parceria inédita entre as empresas BAE Systems e Boeing, ambas especializadas em sistemas de proteção, garantiu à marinha norte-americana um poderoso equipamento militar capaz de combinar toda a rapidez de metralhadoras com a eficiência dos raios laser.

A tecnologia deve ser testada a bordo de um porta-aviões para comprovar o alcance de até 2 mil jardas (pouco menos de 2 km). Enquanto dispara 180 tiros por minuto, a embarcação também será capaz de descarregar rajadas de laser com 10 kilowatts de potência.

O custo de pesquisa (US$ 2,8 milhões) e o projeto geram controvérsias. Será a hora certa para se ter esse tipo de perigo em alto-mar? Ainda há dúvidas acerca de como o ambiente marítimo poderia influenciar e intervir na força dos raios, assim como o medo do que poderá ser desenvolvido para guerras futuras.

Cupons de desconto TecMundo: