Logo que foi lançado, o sensor de movimentos Kinect se tornou uma verdadeira sensação no console Xbox 360, mas com o tempo sua relevância foi diminuindo no mundo dos games. Tanto que, o equipamento que era vendido obrigatoriamente em conjunto com o Xbox One em um momento inicial, agora já é opcional.

Ainda assim, a Microsoft sabe que pode desenvolver a tecnologia do sensor de movimentos para diversos outros fins além dos jogos eletrônicos. Prova disso é a patente de tecnologia de conversão 3D que a empresa conseguiu recentemente. Com ela, é possível usar dois sensores Kinect para fazer um mapeamento em três dimensões de um objeto ou pessoa, como a imagem abaixo demonstra, e utilizar isso para fazer um molde.

Um dispositivo com diversas saídas de ar “sopraria” então a forma escaneada em um material maleável, como um tecido elástico ou um elastômero. Cada ponto da figura seria soprado com uma pressão diferente, para que a forma reproduzida ganhasse os relevos corretos. Assim, ao mapear o rosto de uma pessoa, a saída de ar usada para moldar o nariz sopraria com maior intensidade do que a que molda os olhos ou o pescoço, por exemplo.

Ainda não se sabe exatamente para qual finalidade a Microsoft pretende empregar essa tecnologia, e nem se o equipamento capaz de realizar isso já existe. Talvez ela seja usada na área médica, uma vez que o próprio Kinect já é utilizado por médicos para identificar os movimentos corporais de pacientes de fisioterapia que praticam atividades em casa. De qualquer forma, só saberemos quando a companhia de Redmond resolver apresentar a sua patente para o mundo na forma de algum novo produto.

Que uso você imagina para a nova patente da Microsoft que envolve o Kinect? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: