Já não é novidade para ninguém que a Microsoft acredita no Kinect como sendo o futuro da computação. Mas em uma entrevista ao Slash Gear, Michael Mott (gerente geral de aplicativos Xbox e relações entre desenvolvedores da Microsoft) disse que a ideia aqui não é se limitar a ter o acessório nas TVs – eles querem trazer a tecnologia para os smartphones.

O principal motivo para isso, de acordo com ele, está em uma característica comum a quase todas as tecnologias. “Nós sabemos e vimos o que acontece com aparelhos, que eles ficam menores, eles ficam mais baratos, eles são incorporados e então eles se espalham”, explicou, citando como exemplo as câmeras (aparelhos que antes eram grandes e caros, mas agora fazem parte de praticamente qualquer celular).

Kinect mobile, cada vez mais perto

Está bem, o hardware realmente tem boas chances de poder ser inserido nos smartphones em um futuro não tão distante. Mas e quanto ao software? Pode parecer difícil, mas acredite: isso está bem mais perto do que muitos podem imaginar. Como exemplo disso temos Cortana, o novo software assistente do Windows Phone. Segundo Mott, ela utilizaria a mesma tecnologia de reconhecimento e previsão do Kinect.

“Então eu acho que você vai ver a mesma coisa que nós fazemos, tudo o que estamos aprendendo na TV com o Kinect, sendo então traduzida nas capacidades naturais de interface ao usuário que nós podemos colocar no fone”, comentou Mott.

E como isso se aplicaria no dia a dia? “Por exemplo, no Xbox, você faz o login baseado no reconhecimento facial”, começa ele. “Seu fone devia apenas destravar quando você olha para ele. Isso não seria legal? Isso parece óbvio”.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: