(Fonte da imagem: Amazon)

Usuários do Kindle que moram nos EUA poderão emprestar livros digitais de bibliotecas públicas ainda em 2011. A decisão foi anunciada nesta semana pela Amazon. O serviço deve ser implantado até o final de 2011 e não terá custo extra para o consumidor.

Segundo executivos da companhia, a decisão deve acelerar a adoção do aparelho da empresa pelo mercado. Maior empresa online de varejo do mundo, a Amazon deve permitir que o acervo digital de 11 mil bibliotecas se torne disponível também no leitor da empresa. Os usuários poderão ainda fazer anotações eletrônicas nas publicações.

A iniciativa da Amazon não é pioneira no mercado. Em 2009, a Barnes & Noble lançou o Nook, seu leitor digital, e anunciou a possibilidade de os usuários emprestarem livros eletrônicos em bibliotecas. Lançado em 2007, o Kindle é o produto de maior sucesso da história da empresa.