A Portable Solutions levou para o Kickstarter um projeto de console portátil que roda em Windows 10, o PGS, de Portable Gaming System. Pedindo US$ 100 mil (R$ 328 mil) para encerrar o desenvolvimento do portátil, a equipe e os fãs já podem comemorar: foram arrecadados US$ 234 mil (R$ 769 mil) e ainda faltam 26 dias para o final da campanha.

As comparações com os portáteis da Nintendo são óbvias, principalmente por causa do sucesso que eles têm no mercado. Porém, a configuração do PGS é bem elegante, e o gadget apresenta quatro botões, dois gatilhos superiores, dois direcionais analógicos e um D-Pad.

Um ponto interessante do PGS é que, além do sistema operacional Windows 10, ele também oferece dual boot em Android 6.0 Marshmallow. Isso significa que, além de gadget de jogo e "notebook miniatura", o portátil pode agir como smartphone — sim, há suporte para chip SIM.

O PGS vai ser vendido em duas versões de hardware, mas ambas com um processador Intel Atom Cherry Trail x7-Z8750 2,56 GHz. Veja mais aqui embaixo:

Lite

  • Tela: 5,5" com resolução HD (1280x720, 267 ppi)
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB (microSD de até 512 GB)
  • Bateria: 6120 mAh

Sistema de som

Hardcore

  • Tela: 5,7" QHD (2560x1440, 515 ppi)
  • RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB (microSD de até 512 GB)
  • Bateria: 6120 mAh

PGS

O PGS Lite tem preço de US$ 230 (R$ 756) no Kickstarter, enquanto o PGS Hardcore pode ser adquirido por US$ 260 (R$ 855). A página oficial, caso tenha ficado interessado, está neste link.

Cupons de desconto TecMundo: