A JBL ganhou bastante espaço no mercado nos últimos anos, e isso foi impulsionado – principalmente – pela chegada de novos speakers de alta qualidade. Os produtos da empresa conseguiram conquistar consumidores e a consolidaram como uma das principais fabricantes no segmento de speakers Bluetooth.

No Brasil, a fabricante acaba de lançar o JBL Trip, que pode reproduzir sons totalmente livre de fios, dispensando inclusive a utilização de cabos de energia. Ele foi construído especialmente para pessoas que querem mais facilidade na hora de escutar música em seus carros, mas também pode ser usado em diversos outros momentos.

Disponível em grande parte das lojas especializadas, o speaker está sendo vendido por preços próximos aos R$ 419. Será que esse valor é condizente com as possibilidades que o Trip da JBL leva aos usuários? É o que vamos descobrir agora mesmo!

Design

A caixa acústica Trip da JBL é bem compacta e não ocupa espaço de uma maneira incômoda. Isso faz dela um dos modelos mais portáteis que podemos ver no mercado atualmente, sendo muito fácil carregá-la na mochila ou na bolsa, por exemplo. O dispositivo ainda traz uma base acoplável e magnética, criada especialmente para que ele possa ser preso a outras estruturas.

Como já dissemos, o JBL Trip foi pensado para veículos, e isso significa que a presilha se encaixa perfeitamente no para-sol dos carros. Importante deixar claro que isso ganha muito pontos por evitar que a caixa fique solta no painel, como acontece com outros modelos. Com isso, o som é direcionado diretamente para quem está logo à frente do produto — seja o motorista ou o passageiro.

Apesar de isso trazer problemas na distribuição do áudio para veículos com várias pessoas, trata-se de uma solução excelente para quem usa o dispositivo conectado ao smartphone para realizar e receber chamadas.

Vale dizer que, apesar da indicação veicular, esta não é a única situação em que ele pode ser preso. Durante nossos testes, conseguimos excelentes resultados na reprodução sonora e também em conversações com o aparelho sendo conectado a armários de cozinha.

Qualidade de áudio

Quem já usou outras caixas Bluetooth da JBL — principalmente se estivermos falando sobre modelos Flip, Charge ou Pulse —, certamente vai perceber que a Trip está um pouco abaixo dos outros dispositivos. Por suas dimensões mais reduzidas, há muitos momentos em que a reprodução de graves acaba sendo comprometida e sofre com algumas distorções.

Também há o fato de os volumes não serem tão altos quanto os de outros modelos — apesar de isso ficar longe de ser realmente baixo. Devemos lembrar que ela foi pensada para ambientes pequenos, como o interior de carros, por isso não é possível dizer que os resultados comprometem a experiência, mas certamente impedem que tenhamos mais possibilidades.

Quando avaliamos o sistema de conversação com os smartphones, não há qualquer reclamação. Tanto o microfone quanto os speakers funcionam com boa qualidade e garantem que toda a chamada seja efetuada sem qualquer problema. Isso também permite que qualquer ligação seja realizada ou recebida sem que seja necessário manter o celular nas mãos, por exemplo.

Recursos adicionais

A JBL Trip conta com botões touch, o que significa que não é necessário apertá-los com força para que eles respondam aos comandos — apenas os de ligar/desligar energia e Bluetooth precisam de pressão. Por um lado, isso permite que todos os controles sejam feitos com mais rapidez e suavidade do que em outras situações; por outro, há muitos momentos em que as ativações são feitas involuntariamente.

Já falamos sobre o clipe utilizado para prender a caixa na parte de design, mas vale dizer também que ela ganha pontos como um recurso adicional — não existente em outros equipamentos. Além dos ótimos resultados para a utilização, ele merece elogios pela facilidade na conexão à JBL Trip e pela resistência dos materiais de construção.

Quanto à conexão aos smartphones, uma novidade bem legal está no fato de que o dispositivo não é limitado às chamadas telefônicas. Ao tocar o botão “Microfone” no equipamento, os usuários também podem ativar rapidamente os assistentes pessoais dos smartphones — Google Now para o Android ou Siri para o iOS.

Bateria e conectividade

A JBL garante que a bateria do Trip possui autonomia para até oito horas com volume moderado de utilização sem qualquer problema. Durante nossos testes, pudemos utilizar o sistema por mais de cinco horas com o volume no máximo e nem chegamos à notificação de bateria baixa. Ou seja: excelente desempenho para os consumidores que não podem contar com tomadas por perto.

Quanto à conectividade, também há elogios. Em campo aberto, pudemos enviar áudio e controlar a JBL Trip a partir de um smartphone que estava a cerca de 20 metros da caixa acústica.

Vale a pena?

Aqui no Brasil, cada unidade da JBL Trip pode ser comprada por preços que ficam perto dos R$ 419 — sendo que este é o valor médio do equipamento. O aparelho possui alta qualidade e se adequa perfeitamente aos recursos que ele se propõe a apresentar, sendo a melhor opção no mercado para quem precisa de uma caixa Bluetooth disponível em seu carro.

Pela qualidade de áudio, pelo encaixe especial para veículos e pelas funcionalidades de altíssimo nível — como facilidade no controle, comandos por voz, bateria de alto desempenho e conexão aos smartphones —, nota-se que ela é uma caixa de som realmente incrível. Se você precisa do aparelho para deixar em seu carro em pequenas ou longas viagens, não há como não recomendar o Trip.

Mas é preciso pensar se essa vai ser a sua utilização principal, realmente. Caso você precise do aparelho para animar eventos ou situações similares, há vários outros modelos que se encaixam muito melhor a essas necessidades — inclusive alguns da própria JBL.

Cupons de desconto TecMundo: