A JBL é uma marca tradicional no segmento de produtos e eletrônicos de áudio, e a Pulse 2 é a sua nova caixa de som que está chegando agora para o público. Essa segunda geração traz muitas novidades em relação ao modelo antecessor, como graves mais aprimorados, maior potência sonora e ainda mais LEDs para iluminação.

O TecMundo teve a oportunidade de testar essa caixa de som Bluetooth enviada pela própria JBL durante alguns dias. Analisamos todos os aspectos referentes a esse produto e contamos o que achamos no texto a seguir. Portanto, confira agora o review completo da JBL Pulse 2.

A JBL Pulse 2 foi cedida por empréstimo pela JBL para a realização desta análise.

Design

O formato desse alto-falante segue o padrão cilíndrico de outros produtos desse segmento. A novidade aqui é a presença dos radiadores passivos nas extremidades. O Pulse 2 ainda conta com uma grade metálica que protege os LEDs internos. Os botões físicos são de fácil acesso e dessa vez ficam na lateral.

A construção garante resistência contra água corrente, mas a fabricante não recomenda levá-lo pra um mergulho. A conexões também estão bem protegidas. Com pouco mais de 770 gramas, essa caixa de som pode ser considerada um pouco pesada, mas nada que comprometa a portabilidade. No geral, o design do Pulse 2 foi inspirado no do Charge 2, outro produto do portfólio da JBL.

Iluminação LED

O verdadeiro destaque da linha Pulse é a iluminação LED. Nessa segunda geração, a JBL garante ter colocado ainda mais pontos de luz dentro dessa caixa de som. Os LEDs vibram conforme a batida da música, mas podem ser configurados com alguns temas bem bacanas.

Há a opção de imitar fogueira, chuva, vaga-lumes e muitas outras opções. A novidade em relação ao primeiro Pulse é o JBL Prism, um sensor capaz de captar uma cor e transmitir para os LEDs. É possível criar efeitos e combinações incríveis com essa nova funcionalidade.

Qualidade sonora

O Pulse 2 surpreende por causa de sua potência sonora. O destaque vai pros graves caprichados, que ficam praticamente visíveis por causa dos radiadores nas pontas. A equalização também é boa, mas pode apresentar alguma distorção em sons agudos.

O volume é bem alto e claro e deve ser o suficiente para agradar a todos em uma festa. Ainda há funcionalidades interessantes, como a possibilidade de conectar vários alto-falantes juntos ou vários dispositivos ao mesmo alto-falante. O Pulse 2 ainda pode ser usado em ligações graças ao microfone integrado.

Bateria e conectividade

Com uma bateria poderosa, esse alto-falante é capaz de aguentar várias horas de reprodução. Em nossos testes, em um volume médio e com os LEDs ligados, conseguimos uma média de 8 horas de uso. Com as luzes desligadas, essa duração pode subir facilmente para mais de 10 horas.

O Pulse 2 é recarregado através de uma porta micro USB, mas não há um saída pra carregar outros dispositivos. A conexão se dá através do Bluetooth e funciona muito bem até uns 5 metros de distância. Não foi dessa fez que a JBL decidiu apostar no NFC.

Vale a pena?

Quando o assunto é qualidade sonora, o Pulse 2 é excepcional. Não há como não se impressionar com a potência desse pequena caixa de som. Com graves caprichados, ela é ideal pra animar reuniões de amigos e passeios ao ar livre.

Porém, o preço sugerido é um pouco proibitivo. Por quase 1,4 mil reais, é difícil recomendar o Pulse 2 pra qualquer um. Se dinheiro não é um problema pra você, vale a pena apostar nessa JBL. Caso contrário, o melhor mesmo é procurar uma opção mais barata.

Você acha que vale a pena investir em uma caixa de som Bluetooth? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: