Depois que o gênio Steve Jobs passou dessa pra melhor, muitas dúvidas surgiram a respeito dos novos produtos da Apple e, consequentemente, do número de vendas deles. No entanto, o legado deixado por Jobs continuou quebrando recordes e a Apple alcançou a marca de 500 milhões de iPhones vendidos.

Voltando um pouco no tempo, mais precisamente no ano de 2008, Edward Snyder, analista do Charter Equity Research, comentou sobre as expectativas de vendas do recém-lançado iPhone. Segundo as informações de Snyder concedidas para o jornal norte-americano New York Times, ele acreditava que o produto da Apple não conseguiria alcançar a marca de 10 milhões de unidades vendidas – meta imposta por Jobs.  

Na ocasião, Edward Snyder salientou que a Nokia havia vendido, em apenas uma semana, um número muito maior de smartphones do que a Apple até o momento. O analista estava completamente errado e o primeiro iPhone alcançou a marca de quase 13 milhões de unidades vendidas naquele período.

Hoje, quase oito anos depois do lançamento do primeiro iPhone, a companhia caminha rumo aos 600 milhões de dispositivos vendidos (quem sabe com o iPhone 6?). A Apple alcançou 400 milhões de unidades vendidas em julho de 2013, ou seja, é bem provável que até o fim de 2014 a companhia conquiste mais alguns milhões de fãs.

Cupons de desconto TecMundo: