(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Conforme a batalha legal entre a Samsung e a Apple se desenrola nos tribunais, surgem mais detalhes sobre os protótipos que resultaram em produtos como o iPhone. Uma ação recente feita pela empresa sul-coreana acusa a empresa de Tim Cook de ter copiado noções de design criadas pela Sony na hora de criar o visual final do conhecido smartphone.

Segundo a empresa sul-coreana, a ideia de “roubar” a aparência dos produtos da empresa japonesa surgiu após Tony Fadell, da Apple, fazer circular internamente uma entrevista com um dos designers da companhia criadora do Walkman. A partir disso, Shin Nishiobori, da Apple, criou um protótipo que copia até o logotipo da gigante japonesa, ligeiramente modificado para exibir a palavra “Jony”.

Mudança de rumo

Ciente desse protótipo, o designer Richard Howart mandou um email para Jonathan Ive em que afirmava que esse visual permitia “um produto muito menor com uma forma muito mais confortável” quando comparado com as ideias com as quais a empresa trabalhava até aquele momento. O produto que a companhia tinha em mãos até aquele momento, conhecido como “P2”, tinha uma aparência muito mais próxima de um iPod Nano de segunda geração.

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Embora a alegação da Samsung de que a companhia da maçã simplesmente roubou tecnologias da Sony possa ser exagerada, os documentos provam que a ideia de um smartphone com poucos botões e com uma tela grande não é exatamente uma ideia original de Cupertino. Algo que poderia acabar com os argumentos de que a linha Galaxy S não passa de uma simples cópia descarada do iPhone.

Fonte: The Verge

Cupons de desconto TecMundo: