(Fonte da imagem: The New York Times)

O mesmo cenário é visto em qualquer lugar onde ocorra o lançamento oficial de um produto Apple: filas imensas, pontuadas pelas barracas de quem decidiu acampar para garantir seu aparelho. Porém, o clima pacífico visto em outros locais não esteve presente na estreia oficial do iPhone 4S na China.

A Apple foi forçada a paralisar as vendas do produto através de suas lojas oficiais após tumultos ocorridos em frente à sua revenda em Sanlitun, área de Pequim. Após a notícia de que o estabelecimento não abriria suas portas para o lançamento do smartphone, cujos estoques já haviam sido esgotados, pessoas reunidas no local começaram a gritar e a jogar ovos na loja.

A polícia logo foi acionada, entrando em confronto com os consumidores descontentes com a situação. A situação forçou a Apple a suspender a venda dos aparelhos em todas as suas lojas oficiais como forma de evitar que outros tumultos semelhantes sejam registrados no país.

Tentativa de evitar novos tumultos

Em uma declaração oficial, a empresa da Maçã afirmou que a loja de Sanlitun não abriu suas portas devido a preocupações com a segurança dos funcionários que lá trabalham. A companhia afirmou que os consumidores chineses atualmente interessados no iPhone 4S devem recorrer à loja online da Apple e aos revendedores autorizados para obter o smartphone.

(Fonte da imagem: The New York Times)

Apesar da confusão, não foram registrados episódios semelhantes nas demais lojas oficias da empresa espalhadas pelo país. A má notícia para quem não conseguiu o aparelho fica pelo fato de que as unidades do iPhone 4S estão esgotadas na China e, por isso, será preciso esperar um intervalo não divulgado de tempo até a próxima remessa.

Cupons de desconto TecMundo: