(Fonte da imagem: Blog do iPhone)

Histórias sobre aparelhos que pegam fogo devido a algum defeito não são exatamente uma novidade. Porém, quando se trata de um dispositivo fabricado pela Apple, as repercussões sempre são maiores, já que o número pequeno de casos envolvendo os aparelhos da empresa tornam este fato ainda mais surpreendente.

Em um texto publicado pelo Blog do iPhone, a paulistana Ayla Mota relata que seu iPhone 4 entrou em curto-circuito e começou a pegar fogo durante a madrugada. O aparelho começou a  queimar a somente 15 centímetros de seu rosto, e as ações rápidas da consumidora evitaram a ocorrência de um acidente grave.

Confira abaixo o relato completo:

“De madrugada, acordei segundos antes de testemunhar a combustão do meu iPhone, quando vi faíscas e muita fumaça preta saírem do celular. Meu quarto ficou impregnado com uma fumaça de cheiro insuportável! Nesse momento, desliguei o disjuntor do quarto para poder retirar o celular da tomada. Logo em seguida, abri as janelas do quarto e liguei o ventilador para retirar a fumaça, que só saiu completamente na manhã de terça. Não me feri, apesar do aparelho estar a uns 15 cm e na altura dos meus olhos”.

Sem motivo para pânico

Como o aparelho foi adquirido na França, o iPhone 4 de Ayla não é contemplada pela garantia nacional da Apple, o que torna muito improvável que a empresa vá lhe enviar um novo smartphone.

(Fonte da imagem: Blog do iPhone)

Vale lembrar que o caso não é motivo para pânico nem serve como argumento para criticar a empresa de Tim Cook. Afinal, milhares de pessoas costumam deixar seus iPhones conectados à tomada durante a madrugada e, até o momento, o caso da consumidora paulista é a primeira vez que um problema do tipo vem a público no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: