Testes encomendados pelo Trading Standard Institute do Reino Unido e realizados por uma empresa especializada que se encontra em Illinois, nos EUA, mostraram que os carregadores falsos são perigosos. No caso, 99% dos carregadores vendidos "para iPhones" falharam em todos os testes de segurança realizados.

"O carregador original pode até custar mais caro, mas produtos falsificados e de segunda mão são feitos por uma entidade desconhecida e podem lhe custar a sua casa ou até a sua vida, ou a vida de alguém que você ama", disse Leon Livermore, chefe executivo do Trading Standard Institute.

Foram realizados testes de isolamento que aplicaram alta voltagem aos carregadores falsos, que foram comprados de oito mercados diferentes. Entre eles, foram testados 400 produtos falsificados vendidos nos EUA, Austrália e China. Ao final do teste, apenas 3 dos 400 modelos conseguiriam proteger o usuário ou o iPhone de choques elétricos.

Agora, o Trading Standard Institute está oferecendo um documento para potenciais compradores conseguirem distinguir as diferenças entre um carregador falso e o original — você pode acessá-lo aqui, via BBC. 

No Brasil, a Apple oferece por meio da loja oficial o "Carregador USB de 5W" para iPhone, que custa R$ 149. Então, por causa do preço, podemos entender porque muitas pessoas recorrem aos carregadores falsificados ou de terceiros.

Carregador falso

Cupons de desconto TecMundo: