Apesar de não divulgar as quantidades de unidades do iPhone vendidas por aí, a Apple não conseguiu esconder que a China se tornou seu maior mercado mundial. Isso porque o governo chinês resolveu divulgar alguns números que ilustram um pouco mais da participação da empresa no país.

No relatório do Centro de Informações da Rede de Internet da China, um do setores do Ministério da Tecnologia da Informação e da Indústria – que, por sinal, controla as políticas de internet no país –, consta que 780 milhões de smartphones estavam ativos na China em 2015, e 16,8% deles são iPhones.

Isso gera uma estimativa de 131 milhões de chineses usando o aparelho da Maçã, considerando que cada dono de iPhone só tenha um dispositivo ativado. Esse número é o suficiente para colocar os Estados Unidos no segundo lugar da lista, com aproximadamente 100 milhões de usuários.

A Apple não tem o costume de falar sobre números relacionados às quantidades de aparelhos vendidos por região, apenas divulgando as receitas. Isso dificulta consideravelmente o trabalho dos analistas em descobrir o quão popular o iPhone realmente é na China.

Agora a empresa terá de se preparar para um possível congelamento no crescimento geral nas vendas de smartphones no país, que podem fazer com que os próximos cinco anos sejam mais complicados que o esperado.

Cupons de desconto TecMundo: