Quem viaja para os EUA nessa época do ano sempre recebe um pedido aqui e ali para trazer iPhones ou outros eletrônicos para amigos. Contudo, um empresário paraibano de 29 anos resolveu exagerar nessa prática e trouxe para o Brasil nada menos que 56 iPhones 7. Ele foi preso na alfândega do Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife, e teve a mercadoria apreendida.

A intenção dele era revender os dispositivos em sua loja de informática em João Pessoa e afirmou à Polícia Federal que comprou os dispositivos em Miami, EUA. A “carga” está avaliada em R$ 149 mil e foi encontrada durante uma verificação de rotina com raio-x, aquelas que a polícia faz de forma aleatória ou direcionada a pessoas suspeitas. Segundo o empresário, essa foi a primeira vez que ele viajou aos EUA com a intenção de trazer diversos iPhones para vender.

Segundo o empresário, essa foi a primeira vez que ele viajou aos EUA com a intenção de trazer diversos iPhones para vender

Por conta do crime, ele foi autuado e preso por descaminho, que basicamente significa deixar de pagar imposto devido sobre mercadoria de origem estrangeira. Por isso, ele pode ser condenado a algo entre 1 e 4 anos de prisão e já pagou uma fiança de R$ 5 mil para responder ao crime em liberdade.

Todos os iPhones foram retirados das suas caixas e estavam ensacados e organizados na mala do empresário. Eles ficaram retidos na alfândega. Não foram especificados os modelos dos dispositivos (se eram iPhones 7 ou 7 Plus e com quais opções de armazenamento), mas a versão mais básica do dispositivo nas lojas da Apple nos EUA custa hoje US$ 649, o equivalente a R$ 2.107 sem contar impostos.

Cupons de desconto TecMundo: