Todos já estão cientes sobre a nova política de armazenamento interno de dispositivos móveis da Apple: a companhia decidiu abandonar as opções que ofereciam 32 GB de espaço e optar por incluir uma alternativa com 128 GB. Isso aconteceu com os últimos quatro aparelhos anunciados pela empresa: o iPhone 6, o iPhone 6 Plus, o iPad Air 2 e o iPad mini 3.

Porém, uma foto registrada em uma loja oficial da Apple e veiculada através da rede social chinesa Weibo mostra que a companhia pode estar pensando em mudar de ideia e voltar a oferecer opções com 32 GB. A imagem a seguir mostra uma captura em que o armazenamento interno do iPhone mostrado é de 31,5 GB, praticamente o meio termo entre os 16 GB e 64 GB oferecidos.

Esse valor, no entanto, é bastante estranho, principalmente considerando que o iOS já vem instalado e ocuparia muito mais do que aproximadamente 500 MB. Uma explicação para o fato, fornecida pelo site G For Games, menciona a possibilidade de a Apple ter particionado o armazenamento interno dos smartphones para facilitar a recuperação para as configurações de fábrica caso fosse necessário.

A Apple, infelizmente, não se posicionou sobre o assunto e é bem improvável que essa informação se confirme. O motivo mais óbvio para isso é o preço – vamos relembrar os valores praticados na Apple Store americana:

iPhone 6

  • Armazenamento interno de 16 GB: US$ 199
  • Armazenamento interno de 64 GB: US$ 299
  • Armazenamento interno de 128 GB: US$ 399

iPhone 6 Plus

  • Armazenamento interno de 16 GB: US$ 299
  • Armazenamento interno de 64 GB: US$ 399
  • Armazenamento interno de 128 GB: US$ 499

Com uma diferença de apenas US$ 100, uma pessoa poderia escolher um aparelho com 64 GB em vez de um com 16 GB. Quanto deveria custar a versão de 32 GB para compensar a sua aquisição em relação ao modelo com o dobro de espaço? E será que a Apple estaria disposta a quebrar essa bela harmonia entre os preços dos dispositivos? Deixem suas opiniões nos campos dos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: