O iPhone 6 foi oficialmente anunciado no evento da Apple que aconteceu na última terça-feira (9), mas só chegará às prateleiras no dia 19 de setembro. Porém, assim como nos dias que antecederam o seu anúncio, a proximidade da data não impediu que algumas pessoas colocassem as mãos no aparelho e realizassem uma série de testes com o novo smartphone.

O site PowerBoard, um enorme banco de dados que armazena os resultados de benchmark realizados com inúmeros smartphones, passou a exibir algumas marcas alcançadas por esse dispositivo. Os testes foram conduzidos utilizando o aplicativo Basemark X, solução multiplataforma que funciona em aparelhos com Android, iOS e Windows Phone para verificar o desempenho gráfico de dispositivos móveis.

Resultados preliminares

Antes de tratarmos os resultados obtidos através do Basemark X, é importante deixar claro que os testes foram realizados com um “suposto iPhone 6”. O aparelho ainda não foi lançado oficialmente, portanto tudo o que for mencionado aqui pode não representar o real desempenho do dispositivo.

O site que reuniu e montou as imagens a seguir também deixa claro que os testes não foram realizados por eles e foram apenas coletados do PowerBoard para comparação com o desempenho de outros aparelhos. Os resultados podem ser acessados através deste link.

Como podemos observar na galeria anterior, os resultados são divididos em duas categorias: configurações gráficas médias e altas (referentes às opções do aplicativo e não dos dispositivos).

Utilizando um nível mediano de renderização, o iPhone 6 foi capaz de marcar 21.204,26 pontos, valor abaixo dos principais smartphones com Android do mercado e apenas 3% acima do iPhone 5s. Observa-se que não há distinção entre as versões do iPhone, já que ambas apresentam praticamente as mesmas configurações de hardware.

Já no teste mais exaustivo, o novo dispositivo da Apple atingiu a marca de 15.685,17, valor acima de seus concorrentes, mas apenas 16% a mais em relação a sua versão anterior. Portanto, de acordo com estes testes preliminares com o suposto iPhone 6, o dispositivo terá o seu desempenho gráfico entre 3% e 16% acima do iPhone 5S.

Mas não ia ser 50% melhor?

É aí que reside a dúvida crucial: de acordo com a apresentação do novo iPhone, o aparelho teria um desempenho até 50% melhor do que sua versão anterior. Porém, os resultados desses testes preliminares mostram que o dispositivo não consegue chegar nem perto dessa marca, o que pode deixar alguns desapontados.

Porém, mesmo com a dúvida em relação à veracidade dos testes e do próprio aparelho, o site Tom’s Hardware investigou e tentou procurar justificativas para esse desempenho abaixo do prometido. Confira, a seguir, as duas possíveis causas para os resultados obtidos através do Basemark X.

Mesma GPU?

Acredita-se que a Apple possa estar reutilizando a arquitetura da GPU usada no iPhone 5S, o que resultaria no baixo desempenho apresentado nos testes. A mudança de uma versão para a outra ficaria por conta do processo de fabricação dos chips, que utilizou os 22 nm como parâmetro de construção.

API específica?

Outra hipótese levantada pelo site seria a utilização de uma API (interface de programação de aplicações – conjunto de padrões que diz aos programas como usar os recursos de hardware) específica para chegar aos 50% de melhora em relação ao iPhone 5S. Portanto, o uso da Metal API teria sido a causa da melhora gráfica, o que resultaria em uma performance vinda do software e não do hardware.

Por que ainda é cedo para acreditarmos nisso?

Assim como toda informação não oficial, é necessário ler esta notícia com certo grau de ceticismo. O principal motivo para isso é simples: o iPhone 6 ainda não foi lançado oficialmente e, até que muitas companhias de renome tenham o aparelho em mãos, não há garantia nenhuma de que os benchmarks foram realizados seguindo padrões de testes para toda a indústria.

Portanto, assim que o aparelho for lançado e o TecMundo tiver a oportunidade de testá-lo, nos prepararemos uma matéria especial dissecando todas as funcionalidade e realizando todos os tipos de teste com o dispositivo. Portanto, fique ligado em nosso site para não perder nenhuma informação a respeito do iPhone 6.

Cupons de desconto TecMundo: